???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/618
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tecnologias da informação e comunicação no ensino-aprendizagem de anatomia humana
Autor: Freitas, Mayra Nunes de 
Primeiro orientador: Werneck, Alexandre Lins
Primeiro membro da banca: Parro , Maria Cláudia
Segundo membro da banca: Russo, Anelise
Resumo: Conhecer como as tecnologias da informação e comunicação influenciam no ensino-aprendizagem de Anatomia Humana no curso de graduação em Enfermagem. Métodos: Pesquisa prospectiva com delineamento descritivo, abordagem quantitativa do tipo analítica com correlação entre variáveis. A análise de dados foi feita por meio de questionários, descrevendo as etapas do desenvolvimento e implementação do ambiente virtual de aprendizagem; desenvolvido em uma instituição de ensino superior de grande porte no interior do estado de São Paulo. A população do estudo foi selecionada por amostragem não probabilística em sequência, ou seja, todos os alunos da 2ª e 3ª séries do curso de Graduação em Enfermagem que se inscreveram na pesquisa. Os critérios de exclusão foram os alunos que não quiseram participar da pesquisa, ou não completaram as tarefas propostas no estudo, ou tenham interrompido sua participação em qualquer uma das etapas. As respostas foram obtidas por meio de uma combinação de diversos estilos de avaliação, com questões abertas e fechadas. As análises estatísticas foram realizadas por meio da utilização do programa Software SPSS Statistics (versão 23) e tabulados em planilhas no Microsoft Excel™. Em seguida, foi realizada análise estatística descritiva, utilizando-se cálculos de frequência e outras medidas que se mostraram importantes no momento da análise. Resultados: Dos 16 alunos participantes da pesquisa; 75% já conheciam o ambiente virtual de aprendizagem e 56,25% conheciam a ferramenta Google Sala de Aula, embora não a utilizassem em suas aulas. Em relação ao desenvolvimento foram aplicadas todas as etapas do modelo ADDIE. Nos questionários avaliativos; 75% julgaram que as metas foram alcançadas e 75% relataram que os conteúdos expostos estavam "dentro do esperado" ou "mais que o esperado". Por fim, se o ambiente virtual de aprendizagem é uma ferramenta importante para o ensino-aprendizagem de Anatomia Humana, obtivemos 100% de assertividade. Conclusão: Concluímos que a construção do conhecimento pode ser incrementada pela união de estratégias de ensino que permitam a autonomia e criticidade do aluno, a relação dialógica e o aprofundamento dos conteúdos. Os avanços para o conhecimento científico, ocorreram com as novas tecnologias que são capazes de facilitar o ensino aprendizagem, mas ainda existem barreiras que tornam o uso pouco praticado em escolas e universidades, pois percebemos que existe uma falta de capacitação dos docentes para o manuseio da ferramenta e também o interesse em se atualizarem na busca de melhorar o seu processo de ensino. Como implicação para a prática, este trabalho mostra que, a implementação de uma plataforma on-line, utilizada no ensino superior, tende a despertar o interesse dos alunos pela disciplina estudada, pois com a flexibilidade de horários para o desenvolvimento das atividades, o aluno não ficará dependente de uma sala de aula para a concretização de seu estudo e torna-se possível aprimorar o processo de ensino-aprendizagem de forma mais colaborativa e efetiva.
Abstract: To know how information and communication technologies can influence teaching-learning of Human Anatomy in the undergraduate Nursing course. Methods: Prospective research with descriptive design, quantitative analytical approach with correlation among variables. Data analysis was performed through questionnaires, outlining the stages of development and implementation of the virtual learning environment; developed in a higher education institution of large size in the interior of São Paulo state. The study population was selected by non-probabilistic sampling in sequence; that is, all students in the 2nd and 3rd grades of the Undergraduate Nursing course who enrolled in the research. The exclusion criteria were the students who did not want to participate in the research, or did not complete the tasks proposed in the study, or interrupted their participation in any of its stages. The answers were obtained through a combination of different assessment methods, with open and closed questions. The statistical analyses were performed using of the software SPSS Statistics (version 23) and tabulated in spreadsheets in Microsoft Excel™. Afterwards, descriptive statistical analysis was performed, using frequency calculations and other measures that were important at the time of the analysis. Results: Out of the 16 students participating in the research; 75% had already known the virtual learning environment and 56.25% knew the Google Classroom software, although they did not use it in their classes. Regarding the development, all stages of the ADDIE model were applied. In the evaluation questionnaires; 75% have thought that the objectives were accomplished and 75% reported that the exhibited contents were "within the expected" or "more than expected". Lastly, if the virtual learning environment is an important tool for teaching and learning Human Anatomy, we obtained 100% assertiveness. Conclusion: We have concluded that the development of knowledge can be increased by the association of teaching strategies that improve the student´s autonomy and criticality; the dialogical relationship and the enhancement of content. Advancements in scientific knowledge have occurred with the new technologies that can facilitate teaching- learning process, but there are still barriers that provide little practiced use in schools and universities, since we have been realizing a lack of training of teachers to handle the tool and also the interest in updating themselves in accomplishing better teaching process. As an involvement for the practice, this work has pointed out that the implementation of an online platform, used in higher education, is likely to awaken the interest of students in the subject studied. They will have flexibility in their schedules on developing the activities; the student will not be dependent on a classroom presence to carry out their study, and it will make it possible to improve the teaching-learning process in a more collaborative and effective way.
Palavras-chave: Anatomia Regional
Anatomy, Regional
Informática Médica
Medical Informatics
Sistema de Aprendizagem em Saúde
Learning Health System
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 2
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Freitas, Mayra Nunes de. Tecnologias da informação e comunicação no ensino-aprendizagem de anatomia humana. 2020. 118 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1489
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/618
Data de defesa: 16-Sep-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MayraNunesdeFreitas_Dissert.pdfDocumento principal5,92 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.