???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/611
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo longitudinal retrospectivo e comparativo sobre retirada de anel com stent plástico e metálico na intolerância alimentar pós by pass gástrico A Y de Roux
Autor: Faria, Daniela Coca Germany 
Primeiro orientador: Kaiser Júnior, Roberto Luiz
Primeiro membro da banca: Quadros, Luiz Gustavo de
Segundo membro da banca: Crema, Eduardo
Terceiro membro da banca: Zotarelli Filho, Idiberto Jose
Quarto membro da banca: Castro, Rogerio Cardoso de
Resumo: Existem 2,0 bilhões de pessoas com sobrepeso e obesidade no mundo e o Brasil encontra-se em quinto lugar no ranking mundial. Os anéis utilizados nos procedimentos de Bypass gástrico em Y de Roux (BGYR) estão relacionados à intolerância alimentar e complicações do escape gástrico. Ainda, a duração em dias da ação efetiva dos stent é uma questão controversa na literatura. Objetivo: Comparar a segurança e eficácia da utilização do stent metálico (SM) e Plástico (SP) auto-expansíveis para induzir erosão do anel seguido de remoção endoscópica em pacientes com BGYR com anel para a resolução da intolerância alimentar. Também analisou a duração em dias da ação efetiva dos stent para induzir a erosão do anel, a resolução dos sintomas, a taxa de sucesso de remoção do anel e a formação de estenose. Métodos: Seguiu estudo modelo retrospectivo longitudinal com análise de prontuários de 72 participantes (18 no grupo SM e 54 no SP) que apresentaram intolerância alimentar e/ou êmeses com o uso do anel, sendo seguidas as regras STROBE de estudos observacionais. Resultados: Os 36 participantes apresentaram para cada grupo (SM vs SP) média de idade de 48,4±14,1 anos vs 43,4±12,7, sendo 15 vs 14 mulheres e 3 vs 4 homens. Como sintomas, 14 vs 13 apresentam intolerância alimentar e 4 vs 5 apresentaram êmese. Tanto no grupo SM quanto no SP, todos os participantes apresentaram deslizamento do anel. Além disso, 10 vs 7 participantes não mostraram complicações e 8 vs 11 foram sujeitos à estenoses. Houve melhora estatística significativa em termos das complicações na maioria dos pacientes com o uso do SM vs SP (média =1,56±0,5 vs 1,72±0,5), com diferença= - 0,17, IC95% (-0,441254; 1,5) e intervalo de equivalência (1;2), aceitando a Hipótese nula: p=1,000). Em relação ao tempo, houve diferença estatística significativa do grupo SM vs SP, com menor tempo com o uso do SP, com média de 15,8±1,8 vs 14,2±1,8 dias e diferença= 1,61, IC95% (0,849872; 14,3) e intervalo de equivalência (12,6; 16), aceitando a Hipótese nula: p=1,000). Conclusão: O uso do stent metálico apresentou melhor segurança e eficácia pelo fato de reduzir o número de complicações em relação à stent plástica, porém apresentou um tempo um pouco maior para induzir a erosão do anel. Ainda, em todos os participantes do grupo SM as complicações e sintomas foram totalmente resolvidos, porém o grupo SP apresentou dois casos de migração do anel e um caso de remoção parcial do anel.
Abstract: There are 2.0 billion overweight and obese people in the world and Brazil is in fifth place in the world ranking. Rings used in Roux-en-Y gastric bypass (BGYR) procedures are related to food intolerance and complications of gastric leakage. Still, the duration in days of effective stent action is a controversial issue in the literature. Objective: Was compared the safety and efficacy of using self-expanding metallic (MS) and plastic (PS) stent to induce ring erosion followed by endoscopic removal in patients with banded BGYR to resolve food intolerance. It also analyzed the duration in days of effective stent action to induce ring erosion, symptom resolution, ring removal success rate, and stenosis formation. Methods: This was a longitudinal retrospective study with an analysis of medical records of 72 participants (18 in the MS group and 54 in the PS) who presented food intolerance and/or emesis with the use of the ring, following the STROBE rules of observational studies. Results: The 36 participants presented for each group (MS vs PS) average age of 48.4 ± 14.1 years vs 43.4 ± 12.7, being 15 vs 14 women and 3 vs 4 men. As symptoms, 14 vs 13 presented food intolerance and 4 vs 5 presented emesis. In both the SM and SP groups, all participants presented ring slinding. In addition, 10 vs 7 participants showed no complications and 8 vs 11 underwent stenosis. There was a statistically significant improvement in terms of complications in most patients using MS vs PS (mean = 1.56 ± 0.5 vs 1.72 ± 0.5), with a difference = - 0.17, 95% CI (-0.441254; 1.5) and equivalence range (1, 2), accepting the null hypothesis: p = 1.000). Regarding time, there was a statistically significant difference in the MS vs PS group, with shorter time with the use of SP, with a mean of 15.8 ± 1.8 vs 14.2 ± 1.8 days and difference = 1.61, 95% CI (0.849872; 14.3) and equivalence range (12.6; 16), accepting the Null Hypothesis: p = 1,000). Conclusion: The use of a metallic stent presented better safety and efficacy because it reduced the number of complications in relation to the plastic stent, but it took a little longer time to induce ring erosion. Still, in all participants of the MS group, the complications and symptoms were completely resolved, but the PS group presented two cases of ring migration and one case of partial ring removal.
Palavras-chave: Derivação Gástrica
Gastric Bypass
Stents
Stents
Intolerância Alimentar
Food Intolerance
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 2
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Faria, Daniela Coca Germany. Estudo longitudinal retrospectivo e comparativo sobre retirada de anel com stent plástico e metálico na intolerância alimentar pós by pass gástrico A Y de Roux. 2020. 45 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1481
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/611
Data de defesa: 28-Aug-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DanielaCocaGermanyFaria_Dissert.pdfDocumento principal1,94 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.