???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/610
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estresse percebido e autocuidado entre pessoas com diabetes e doenças cardiovasculares
Autor: Frassatto, Danielli Cristina Andrade 
Primeiro orientador: Bertolin, Daniela Comélis
Primeiro membro da banca: Oller, Graziella Allana Serra Alves de Oliveira
Segundo membro da banca: Beccária, Lúcia Marinilza
Resumo: Identificar o estresse percebido e o autocuidado de pacientes com diabetes quanto às variáveis sociodemográficas, clínicas e aos hábitos de vida. Associar as variáveis de interesse (idade, escolaridade, tempo de diagnóstico, IMC, PAS, PAD, glicemia casual) com as atividades de autocuidado. Métodos: Estudo transversal, prospectivo, quantitativo, para conhecer o estresse percebido e autocuidado de pessoas com DM2, internadas em um hospital cardiovascular de São José do Rio Preto – SP. Participaram do estudo os pacientes que concordaram assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Os instrumentos para a coleta de dados foram selecionados com o intuito de conhecer o estresse percebido e o autocuidado de pessoas com DM2, internadas em um hospital cardiovascular, quanto às variáveis sociodemográficas, aos hábitos de vida, às variáveis clínicas, ao autocuidado e ao estresse percebido. Utilizaram-se três instrumentos: um questionário semiestruturado para verificar as variáveis sociodemográficas, hábitos de vida e variáveis clínicas, um Questionário de Atividades de Autocuidado com Diabetes e uma Escala de Estresse Percebido. Foi realizada uma entrevista com os pacientes entre o segundo e terceiro dia de internação, com duração aproximadamente de 10 a 15 minutos. Neste momento foram colhidos todos os dados necessários para a entrevista deste estudo. Todos os dados coletados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial, armazenados no programa MS-Excel, com dupla digitação e a sua validação. Posteriormente, o banco de dados foi exportado para o programa Statistical Package for Social Science (SPSS), versão 21.0, por meio do qual foram realizadas as análises. Resultados: Verificou-se que a maioria dos pacientes era idosos, cardiopatas, hipertensos, não praticava atividade física, não seguia uma dieta adequada para DM2 diariamente, não monitorizava a glicemia, não praticava atividades de lazer, não realizava cuidados com os pés diariamente, não era tabagista e etilista e fazia uso correto dos hipoglicemiantes via oral. O nível de estresse percebido foi de 26,4, menos da metade do valor total, sugerindo uma baixa percepção de estresse na amostra. Em relação ao domínio do autocuidado, identificou-se que em geral era baixo, pois eles não realizavam o autocuidado em pelo menos seis dias da semana. O único domínio mais realizado foi alimentação específica realizada em média 5,2 dias da semana e o uso de medicação realizado em média 4,7 dias da semana. Quanto às associações entre as variáveis de interesse, verificou-se que a idade avançada, valores elevados de IMC, PAS, PAD, glicemia casual e estresse percebido estavam associados a comportamentos de autocuidado, seguidos em menos dias da semana. Conclusão: Conclui-se que o presente estudo oferece informações para melhor planejamento do tratamento de pessoas com DM2, para obtenção do adequado controle glicêmico, sugerindo que intervenções educativas ou metodologias que promovam a melhora da adesão aos comportamentos de autocuidado e redução do estresse, podem influenciar os resultados em saúde das pessoas com DM2.
Abstract: To identify the perceived stress and self-care of patients with diabetes regarding sociodemographic, clinical and lifestyle habits. To associate the variables of interest (age, education, time since diagnosis, BMI, SBP, DBP, random blood glucose with self-care activities. Methods: Cross-sectional, prospective, quantitative study to understand the perceived and self-care stress of people with DM2, admitted to a cardiovascular hospital in São José do Rio Preto - SP, patients who agreed to sign the Free and Informed Consent Form participated in the study. The instruments for data collection were selected to know the perceived stress and self-care of people with DM2, hospitalized in a cardiovascular hospital, regarding sociodemographic variables, lifestyle, clinical variables, self-care and perceived stress. For this purpose, three instruments were used: a semi-structured questionnaire to verify the sociodemographic variables, lifestyle and clinical variables, a Questionnaire on Self-Care Activities with Diabetes and a Perceived Stress Scale. An interview was conducted with patients between the second and third day of hospitalization, nearly 10 to 15 minutes duration. At that time, all necessary data for the interview were collected. All data collected were analyzed using descriptive and inferential statistics, stored in the MS-Excel program, with double entry and validation. Afterwards, database was exported to the Statistical Package for Social Science (SPSS) program, version 21.0, through which theanalyzes were performed. Results: It was found that in the present study, most patients were elderly, cardiac, hypertensive, did not practice physical activity, did not follow an adequate diet for DM2 daily, did not monitor blood glucose, did not practice leisure activities, did not perform care with his feet daily, they were not smokers and alcoholics and used oral hypoglycemic drugs correctly. The perceived stress level was 26.4, less than half of the total value, suggesting a low perception of stress in the sample. Regarding self-care domain, it was found that in general it was low, as they did not perform self-care on at least six days a week. The only domain most performed was specific feeding performed on average 5.2 days a week and the use of medication performed on average 4.7 days a week. As for the associations between the variables of interest, it was found that advanced age, BMI, SBP, DBP high values, random blood glucose and perceived stress were associated with self-care behaviors followed on fewer days of the week. Conclusion: The present study has provided information for DM2 treatment for a better planning on proper glycemic control. It has suggested that educational interventions or methodologies that can promote improvement on compliance to self-care behaviors and stress reduction, can influence health outcomes in people with DM2.
Palavras-chave: Estresse Fisiológico
Stress, Physiological
Doenças Cardiovasculares
Cardiovascular Diseases
Diabetes Mellitus
Diabetes Mellitus
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 2
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Frassatto, Danielli Cristina Andrade. Estresse percebido e autocuidado entre pessoas com diabetes e doenças cardiovasculares. 2020. 82 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1480
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/610
Data de defesa: 21-Aug-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File SizeFormat 
DanielliCristinaAndradeFrassatto_Dissert.pdf1,38 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.