???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/502
Tipo do documento: Dissertação
Título: A importância da motivação e das estratégicas de aprendizagem para o êxito escolar
Autor: Stefani, Andressa Karina 
Primeiro orientador: Domingos, Neide Aparecida Micelli
Primeiro membro da banca: Roque, Araguaia Solange de S.
Segundo membro da banca: Pinto, Maria Jaqueline Coelho
Resumo: Motivação é o impulso que move as pessoas na busca pelos seus objetivos. Pode ser caracterizada como intrínseca, quando fazemos algo por nós mesmos e extrínseca, quando fazemos algo por terceiros, à espera de reconhecimento ou recompensas. Objetivos: Avaliar a importância da motivação (intrínseca e extrínseca) para o ensino-aprendizagem de alunos do Ensino Fundamental II e investigar as estratégias que contribuem para o êxito escolar. Método: Estudo descritivo, transversal, realizado na escola particular de complemento escolar, Central de Estudos, no qual participaram 30 alunos do 6º ao 9º ano. Para a coleta de dados, os alunos responderam individualmente Ficha de Identificação/Questionário; Escalas de Avaliação da Motivação – EMA-EF e de Estratégias de Aprendizagem – EAVAP-EF. Resultados: Dos 30 alunos que participaram da pesquisa, 40% (N=12) são do gênero feminino e 60% (N=18) masculino. A média de idade entre eles foi de 12,3 ± 1,10 anos. No grupo 1 (G1=sem dificuldades), 11% (N=2) eram meninos e 25% (N=3) meninas. No grupo 1 (G2=dificuldades pedagógicas), 72% (N=13) eram meninos e 58% (N=7) meninas. No grupo 3 (G3=transtornos), 17% (N=3) eram meninos e 17% (N=2) meninas. Os resultados quanto à motivação intrínseca para meninos indicaram diferença significante (p=0,0009) entre os grupos, sendo a média obtida maior no G1. Para as meninas, não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos (p=0,1028). Com relação à motivação extrínseca, para meninos, houve diferença estatisticamente significante entre os grupos (p=0,0228), sendo a média obtida menor no G3. Para as meninas, não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos (p=0,5137). Quanto às estratégias de aprendizagem, na comparação entre os grupos, encontrou-se diferença significante (p=0,0024), sendo o G1 o grupo que utiliza mais estratégias. Na subescala de ausência de estratégias metacognitivas disfuncionais, encontrou-se diferença significante (p=0,0024) entre os grupos, sendo que o G1 recorre menos ou não recorre a essas estratégias. Quanto às cognitivas, houve diferença significante (p=0,0066) entre os grupos, sendo a média maior no G1. Com relação às metacognitivas, não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos (p=0,3408). Conclusão: Os estudantes do gênero masculino recorrem mais às aulas de complemento que os do gênero feminino. Os alunos são mais motivados extrinsecamente. Estudantes das séries iniciais do Ensino Fundamental II (6º e 7º ano) revelaram-se mais motivados. Dos alunos que participaram da pesquisa, a maioria recorre às estratégias de aprendizagem no momento do estudo, tendo os estudantes de 11 a 13 anos se mostrado mais estrategistas.
Abstract: Motivation is the impulse that moves people in the search for their goals. It can be characterized as an intrinsic, when we do something for ourselves and extrinsic, when we do something for others, waiting for recognition or rewards. Because the subject is rarely addressed in the area of Education, became interested in researching into this matter and learning strategies that compose and make the students conquer academic achievement. Objectives: To assess the importance of motivation (intrinsic and extrinsic) for students of teaching and learning of secondary school and investigate the strategies that contribute to academic achievement. Method: Descriptive cross-sectional study performed at the following private school, Central de Estudos (tuition classes), which was attended by 30 students from 6th to 9th grade. For data collection, students answered, singly, Identification Form/ Questionnaire; Motivation Assessment Scale - EMA-EF and Learning Strategies - EAVAP-EF. Results: Of the 30 students who participated in the research, 40% (N=12) were female and 60% (N=18) male. The mean age among them was 12.3 ± 1.10 years. In group 1 (G1 = no difficulties), 11% (N=2) were boys and 25% (N=3) girls. In group 2 (G2 =pedagogical difficulties), 72% (N=13) were boys and 58% (N=7) girls. In group 3 (G3=disorders), 17% (N=3) were boys and 17% (N=2) girls. The results regarding the intrinsic motivation for boys indicated a significant difference (p=0.0009) between the groups, the mean being obtained higher in G1. For girls, there was no statistically significant difference between groups (p=0.1028). Regarding the extrinsic motivation for boys, there was a statistically significant difference between the groups (p=0.0228), the average obtained being lower in G3. For girls, there was no statistically significant difference between groups (p=0.5137). Regarding the learning strategies, a significant difference was found in the comparison between the groups (p=0.0024), G1 being the group that used the most strategies. In the subscale of absence of dysfunctional metacognitive strategies, a significant difference (p=0.0024) was found between the groups, with G1 appearing less or not using these strategies. As for cognitive, there was a significant difference (p=0.0066) between the groups, the mean being higher in G1. Regarding the metacognitive, there was no statistically significant difference between the groups (p=0.3408). Conclusion: Male students are more likely to attend supplementary classes than female students. Students are more motivated extrinsically. Students in the initial of secondary school (6th and 7th grades) were more motivated. Most of the students who participated in the study use learning strategies at the time of the study, with students ages 11 to 13 becoming more strategists.
Palavras-chave: Motivation
Learning
Learning Disorders
Motivação
Aprendizagem
Transtornos de Aprendizagem
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::8765449414823306929::600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 2::Departamento 3::2806819863218485658::500
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia::2588426296948062698::500
Citação: Stefani, Andressa Karina. A importância da motivação e das estratégicas de aprendizagem para o êxito escolar. 2016. 59 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1406
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/502
Data de defesa: 18-Nov-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndressaKarinaStefani_dissert.pdf242 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.