???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/447
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores associados ao reganho de peso após cirurgia bariátrica
Autor: Caldeira, Thaís Pilloto Duarte 
Primeiro orientador: Domingos, Neide Aparecida Micelli
Primeiro membro da banca: Singh, Tainara Costa
Segundo membro da banca: Borges, Karina Kelly
Resumo: A frequência da realização de cirurgias bariátricas aumentou bastante nos últimos anos. Entretanto, apesar da eficácia do tratamento cirúrgico, alguns indivíduos apresentam recidiva de aumento de peso. Objetivos: Identificar as variáveis associadas ao reganho de peso em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica; avaliar o impacto do peso na qualidade de vida; avaliar percepção e satisfação da imagem corporal; avaliar sintomas de ansiedade e depressão e comparar os grupos: reganho de peso versus não reganho de peso. Método: Trata-se de um estudo do tipo descritivo / transversal. Participaram 43 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 28 e 63 anos que foram submetidos à cirurgia bariátrica por intervenção cirúrgica restritiva (Bandagem gástrica ajustável e Gastroplastia vertical com bandagem) ou predominantemente restritiva (Derivações gástricas em “Y de Roux”, com ou sem anel de contenção) há pelo menos cinco anos (entre 2008 – 2012). Para a coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: Questionário sócio demográfico; Questionário Impacto do peso na qualidade de vida (IWQOL-Lite); Escala de Figuras de Silhuetas (EFS) e Escala HAD (Hospital Anxiety and Depression Scale). Os participantes foram convidados a participar do estudo após análise dos prontuários e foram divididos em 2 grupos: no grupo 1 foram incluídos os casos em que não houve reganho de peso (GNRP) e no grupo 2 os casos de reganho de peso (GRP). Foram agendados encontros com os participantes, individualmente, data na qual foi realizada nova pesagem, que serviu como indicador para avaliar se houve ou não reganho de peso. Resultados e Conclusões: Do total de participantes, observou-se que (31) 72,1% ainda apresentam obesidade e (11) 25,6% estão com sobrepeso, apenas (1) 2,3% atingiu a eutrofia. Em relação ao reganho de peso, (30) 69,8% apresentaram reganho acima de 15% do peso perdido. Comparando os dois grupos observou-se que há uma maior prevalência de sedentarismo no GRP. Sintomas de depressão foram encontrados em (4) 13,3% do GRP. Espera-se que os resultados da pesquisa possam subsidiar estratégias para auxiliar estes pacientes a melhor enfrentar os problemas associados à cirurgia bariátrica.
Abstract: The frequency of bariatric surgeries has increased significantly in recent years. However, despite the efficacy of the surgical treatment, some individuals present weight gain relapse. Objectives: To identify the variables associated with weight regain in patients undergoing bariatric surgery; assess the impact of weight on quality of life; evaluate perception and satisfaction of body image; evaluate symptoms of anxiety and depression and compare the groups: weight regain versus non-weight regain. Method: This is a descriptive/cross-sectional study. A total of 43 individuals, between 28 and 63 years old, who underwent bariatric surgery due to restrictive surgery (adjustable gastric banding and vertical banded gastroplasty) or predominantly restrictive (Roux-en-y gastric bypass, with or without the containment ring) for at least five years (between 2008 - 2012), participated in the study. The following instruments were used to collect data: Socio-demographic questionnaire; Impact of weight on quality of life Questionnaire (IWQOL-Lite); Silhouetted Figures Scale and Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS). Participants were invited to participate in the study after their medical records were analyzed. They were divided into 2 groups: in group 1, cases in which there was no weight regain (GNRP) and in group 2 cases of weight regain (GRP). Individual meetings were scheduled with each participant, when a new weighing was performed, which served as an indicator to assess whether or not there was weight regain. Results and Conclusions: Out of the total number of participants, it was observed that (31) 72.1% were still obese, (11) 25.6% were overweight, and only (1) 2.3% were eutrophic. Regarding weight regain, (30) 69.8% presented a relapse above 15% of the weight lost. By comparing the two groups it was observed that there is a greater prevalence of sedentary lifestyle in the GRP. Symptoms of depression were found in (4) 13.3% of GRP. We expect that the results of this research may subsidize strategies to help these patients better deal with the problems associated with bariatric surgery.
Palavras-chave: Body Weight
Sedentary Lifestyle
Bariatric Surgery
Overweight
Peso Corporal
Estilo de Vida Sedentário
Cirurgia Bariátrica
Sobrepeso
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::8765449414823306929::600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 2::Departamento 3::2806819863218485658::500
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia::2588426296948062698::500
Citação: Caldeira, Thaís Pilloto Duarte. Fatores associados ao reganho de peso após cirurgia bariátrica. 2018. 61 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1389
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/447
Data de defesa: 28-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ThaísPillottoDuarteCaldeira_dissert.pdfDocumento principal2,89 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.