Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/68
Tipo do documento: Tese
Título: Nova postura do enfermeiro para detecção da depressão no ciclo gravídico puerperal e fatores de risco associados.
Autor: Souza, Maria da Graça Girade 
Primeiro orientador: Braile, Domingo Marcolino
Primeiro coorientador: Soler, Zaída Aurora Sperli Geraldes
Primeiro membro da banca: Stefanelli, Maguida Costa
Segundo membro da banca: Cento, Maria de Lourdes
Terceiro membro da banca: Oliani, Antonio Hélio
Quarto membro da banca: Vendramini, Silvia Helena Figueiredo
Resumo: No ciclo gravídico puerperal pode ocorrer aumento das manifestações de comportamento depressivo que poderiam ser diagnosticadas como transtorno psiquiátrico. A identificação de fatores de risco para depressão principalmente a pós-parto é fundamental, por ter maior prevalência entre os transtornos psíquicos. Objetivos: O objetivo deste trabalho foi identificar fatores de risco para depressão no ciclo gravídico puerperal em mulheres assistidas por enfermeira em Unidade Básica de Saúde da Família, considerando: 1-conhecimentos de enfermeiros sobre depressão no ciclo gravídico-puerperal; 2-se suas ações de atendimento ao pré-natal favorecem detecção de comportamentos depressivos e fatores de risco associados; 3-análise da aplicação da Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS) por enfermeira visando identificação de sintomatologia depressiva; 4- elaboração de proposta de assistência de enfermagem que favoreça assistência integral à mulher no ciclo gravídico puerperal a partir da detecção de manifestações de comportamentos depressivos e fatores de risco associados. Casuística e Método: Foram estudadas 9 enfermeiras atuantes em 5 UBSF de São José do Rio Preto, SP, e 35 puérperas cadastradas nessas UBSF que estavam no período entre 45 a 90 dias pós-parto e 180 pós-parto, num segundo momento. A coleta de dados foi feita utilizando-se questionário aplicado aos enfermeiros com perguntas abertas e outro questionário aplicado às puérperas que incluiu dados sócio-econômicos, demográficos, psicossociais, obstétricos e pós-natais. Para verificar possível associação entre fatores de risco e sintomatologia depressiva foi usado teste exato de Fisher. Resultados: Os principais fatores de risco para depressão nas mães incluíram gravidez não planejada (71,4%), doença psiquiátrica na família (57%) e baixa auto-estima (54,2%). Houve associação significativa entre sintomatologia depressiva e aborto prévio (p= 0,02), gravidez conturbada (p=0,03), medo de morrer no parto (p=0,01) e baixa auto-estima (p=0,004). Com a escala EPDS, foi possível identificar em 13 puérperas pontuação positiva. Conclusões: Os conhecimentos e as ações das enfermeiras deste estudo não proporcionam condições para identificação de comportamentos depressivos em mulheres no ciclo gravídico-puerperal; A aplicação da escala EPDS pela pesquisadora, possibilitou identificação de sintomatologia depressiva em puérperas, o que nos leva a crer que o seu uso deve ser incentivado. Elaborada uma proposta de capacitação com conteúdos necessários para a assistência do enfermeiro na detecção de comportamentos depressivos e fatores de risco associados no ciclo gravídico-puerperal sendo sua aplicação factível.
Abstract: In the puerperal period may occur growing incidence of depressive behavior that could be diagnosed. as psychiatric disorders The identification of risk factors for depression mainly postpartum is essential to have a higher prevalence of mental disorders. Objectives: The objective was to identify risk factors for depression in the puerperal period in women assisted by a nurse in Primary Care Family Health, considering: 1-knowledge of nurses about depression during pregnancy and postpartum, 2-if your actions service to promote prenatal detection of depressive behavior and associated risk factors and 3-examine the application of Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS) by nurse for identification of depressive symptoms; 4 - preparation of proposed nursing care that promote comprehensive care to women in the puerperal period from the detection of manifestations of depressive behavior and associated risk factors. Casuistic and Method: We studied 9 nurses working in 5 UBSF São Jose do Rio Preto, SP, and 35 mothers registered UBSF those who were in the period between 45 to 90 days postpartum and 180 postpartum, a second time. Data collection was done with a questionnaire given to nurses with open questions and other questionnaire administered to mothers that included socio-economic, demographic, psychosocial, obstetric and postnatal. To verify a possible association between risk factors and depressive symptoms was used Fisher's exact test. Results: The main risk factors for depression in mothers included unplanned pregnancy (71.4%), psychiatric illness in the family (57%) and low self-esteem (54.2%). A significant association between depressive symptoms and previous abortion (p = 0.02), troubled pregnancy (p = 0.03), fear of dying in childbirth (p = 0.01) and low self-esteem (p = 0.004). With the EPDS scale, was identified in 13 postpartum positive score. Conclusions: The knowledge and actions of the nurses in this study do not provide conditions for identification of behavior disorders in women during pregnancy and postpartum, The use of EPDS by nurse allowed identification of depressive symptoms in puerperae. The use of this scale by this professional must be stimulated in the gravidic-puerperal cycle. The proposal of care with contents for training of nurses in the detection of depressive behavior and associated risk factors in the gravidic-puerperal cycle is necessary and its application is feasible.
Palavras-chave: Enfermagem
Enfermeiro
Depressão
Gravidez
Fatores de Risco
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::NEFROLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: SOUZA, Maria da Graça Girade. Nova postura do enfermeiro para detecção da depressão no ciclo gravídico puerperal e fatores de risco associados.. 2009. 167 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/68
Data de defesa: 18-Dez-2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
mariadagracagiradesouza_tese.pdf878,64 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.