Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/360
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização de lesões por pressão em pacientes assistidos por um programa domiciliar.
Autor: Almeida, Diego Bonil de 
Primeiro orientador: Poletti, Nádia Antônia Aparecida
Primeiro membro da banca: Santos, Natália Sperli Geraldes Marin dos
Segundo membro da banca: Pereira, Adriana Pelegrini dos Santos
Resumo: Introdução: A assistência domiciliar (AD), também chamada de home care, pode ser definida como um conjunto de procedimentos hospitalares possíveis de serem realizados na casa do paciente. Uma das complicações mais comuns na AD são as lesões por pressão Dessa forma o problema central da pesquisa é “como estão caracterizados os pacientes portadores de lesões por pressão em um serviço privado de AD? ”Sob essa perspectiva este trabalho tem como objetivo identificar nos prontuários de um serviço de AD privado a prevalência de LP, os fatores de risco e a evolução do processo de cicatrização dessas lesões. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa retrospectiva, descritiva e exploratória a partir da análise de prontuários de um serviço domiciliar de uma operadora de saúde da cidade de São José do Rio Preto no período de 1998 e 2008 com pacientes que apresentavam lesão por pressão. Variáveis qualitativas foram associadas por meio da aplicação do teste qui-quadrado e variáveis quantitativas (idade e tempo de internação) foram avaliadas por meio do teste não paramétrico de Kruskal-Wallis. A Análise de Correspondência Múltipla (MCA) foi empregada a fim de avaliar a relação entre todas as variáveis observadas, declarando como variáveis as respostas que se referem ao tipo de lesão por pressão. Resultados: A caracterização dos sujeitos demonstrou que do total de 1630 prontuários foram selecionados 183, que totalizaram 238 lesões por pressão. A idade média foi de 72,8 anos. Os resultados da análise demonstraram que a frequência de lesão por pressão no período foi de 14,6%, com predomínio da população feminina (57,4%). Quanto à localização, 45,4% dos pacientes apresentavam lesões sacrais e, em 24,8%, localizavam-se no calcâneo, com predomínio do estagio três que representou 55,4% da amostra. Os fatores de risco identificados relacionavam-se com a imobilidade por acidente vascular encefálico (AVE) em 29,5%, doenças senis em 19,7% e fratura em 13,7%. A hipertensão arterial (HA) foi a doença pregressa mais frequente em 37,2% e a HA associada à Diabetes Mellitus em 12%; destaca-se ainda o sexo feminino (57,4%). Quanto à terapia tópica das feridas, os produtos mais utilizados foram ácidos graxos essenciais (AGE) em 32,3%, cobertura enzimática em 27,7% e hidrogel em 19,7%. Do total das lesões por pressão, 76,5% cicatrizaram. Conclusão: A frequência média de lesão por pressão no serviço de AD no período de 1998 a 2008 foi de 14,6%. A maior parte da população foi composta por mulheres. A localização de maior ocorrência foi sacral, no estágio três. A terapia tópica mais utilizada foi o AGE, e a maioria das lesões cicatrizaram. Com relação à análise multivariada verificou-se que a lesão sacral em estágios três e quatro foi mais frequente em pacientes do sexo masculino, e em geral, não cicatrizou. A frequência da lesão calcânea foi maior em pacientes com mais de 70 anos, com dois anos de internação domiciliar e vítimas de AVE. A lesão trocantérica em estágios um e dois foi mais frequente em mulheres entre 60 e 69 anos que apresentaram algum tipo de fratura. Essas lesões cicatrizaram na sua maioria e os pacientes obtiveram alta do programa domiciliar.
Abstract: Introduction:Home Care (HC)can be defined as a set of possible hospital procedures to be performed at the patient's home. Pressure ulcers (PU) are one of the most common complications at HC .Thus, the target issue of this research was "how are patientswith PU characterized in a HC private service”? To identify the UP prevalence in medical records of a HC private service ; the risk factors and the development of the healing processo these ulcers Methodology: A retrospective, descriptive and exploratory research from the analysis of medical records of patients with pressure ulcers was performed in a domiciliary service of a home healthcare company in the city of São José do Rio Preto between 1998 and 2008 . Qualitative variables were associated by applying the Chi-Square test, and quantitative variables (age and length of staying) were evaluated using Kruskal-Wallis nonparametric test. The Multiple Correspondence Analysis (MCA) was used to assess the relationship between all variables observed, stating as variables, the responseto those which refered to the type of pressure ulcer.Results: The characterization of the subjects showed that from the total 1630 records;183 were selected comprising a total of 238 pressure ulcers. The mean age was 72.8 years. The results of the analysis showed that the prevalence of pressure ulcers in the period was 14.6%, with a predominance of the female population (57.4%). As for location 45.4% of patients had sacral ulcers and 24.8% of these were located in the calcaneus, with a predominance of stage three which represented 55.4% of the sample. The risk factors identified were related to immobility by cerebrovascular accident (CVA) in 29.5%, senile diseases in 19.7% and fractures in 13.7%. Arterial hypertension (AH) was the most frequent former disease in 37.2% and hypertension associated with diabetes mellitus in 12%; standing out the females (57.4%). As topical therapy of wounds, the most used products were Essential Fatty Acids (EFA) in 32.3%, enzyme coverage in 27.7% and hydrogel in 19.7%; from the total PU, 76.5% had been healed.Conclusion: The average rate of pressure ulcers was 14.6%in HC service from 1998 to 2008.Women have comprised most of the population. Sacral locationin stage threewas the most frequent. The most used topical therapy was EFA and most PUs healed. According to the multivariate analysis, sacral ulcer in three and four stages was more frequent in males and, in general, has not healed. The frequency of calcanealulcer was higher in patients over 70 years, with two years of home care and victims of stroke. The trochanteric ulcer in stage one and two was more frequent in women between 60 and 69 years, with some kind of fracture. These ulcers mostlyhealed and patients were discharged fromhome care.
Palavras-chave: Úlcera por Pressão
Pressure Ulcer
Assistência Domiciliar
Home Nursing
Terapêutica
Therapeutics
Cuidados de Enfermagem
Nursing Care
Área(s) do CNPq: ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 2
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Almeida, Diego Bonil de. Caracterização de lesões por pressão em pacientes assistidos por um programa domiciliar. 2016. 63 p. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1256
URI: http://hdl.handle.net/tede/360
Data de defesa: 6-Mai-2016
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
diegobonildealmeida_dissert.pdfdiegobonildealmeida_dissert1,5 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.