???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/211
Tipo do documento: Tese
Título: Cefaleia crônica diária: classificação, estresse e impacto sobre a qualidade de vida
Autor: Galego, José Carlos Busto 
Primeiro orientador: Tognola, Waldir Antonio
Primeiro membro da banca: Speciali, José Geraldo
Segundo membro da banca: Carvalho, Deusvenir Souza
Terceiro membro da banca: Borges, Moacir Alves
Quarto membro da banca: Domingos, Neide Aparecida Micelli
Resumo: Cefaléia crônica diária (CCD) compreende um grupo heterogêneo de cefaléias que se manifestam em 15 ou mais dias por mês, durando mais de 4 horas, incluindo as cefaléias associadas com o uso excessivo de medicação. Os objetivos desse estudo foram: classificar a cefaléia crônica diária, avaliar a qualidade de vida e o nível de estresse dos pacientes com esse tipo de cefaleia. Casuística e Método: Foram estudados de forma prospectiva 100 pacientes de ambos os sexos e idade mínima de 18 anos. O critério de inclusão foi presença de cefaleia primária, durando mais de 4 horas, com freqüência de 15 ou mais dias por mês, nos últimos três meses. O diagnóstico foi em acordo com os critérios da segunda edição da Classificação Internacional de Cefaleias (CIC-II). Foram aplicados o Questionário SF-36 para verificar qualidade de vida, e o Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp, para diagnosticar estresse. Não foram incluídos pacientes com doenças orgânicas crônicas. Resultados: A média de idade dos pacientes foi 38,8 anos. A maioria do grupo (87%) foi constituída de mulheres. A duração média da CCD foi 4,0 anos. Aplicando os critérios da CIC-II, foram necessários 17 diferentes tipos de diagnósticos para classificar a CCD. Dentro desses tipos de diagnósticos, em 11 havia migrânea (80% dos pacientes). Os tipos com migrânea obtiveram no SF-36 pontuações menores em capacidade funcional (p=0,0015) e aspectos sociais (p=0,033). Em 46% dos pacientes havia uso excessivo de medicação e esses obtiveram pontuações menores em capacidade funcional (p=0,008), dor corporal (p=0,037) e aspectos emocionais (p=0,046). Noventa pacientes apresentaram estresse, predominando os sintomas psicológicos em 94,5%. Entre os pacientes que apresentaram estresse, 2 estavam na fase de alerta, 33 em resistência, 46 em quase exaustão e 9 em exaustão. Estresse diminui significativamente as pontuações no SF-36, exceto para capacidade funcional. Não houve associação entre estresse e uso excessivo de medicação. Comparando as fases do estresse com pontuações no SF-36, com exceção da escala dor corporal, a fase resistência apresenta pontuações significantemente maiores, que quase exaustão. Conclusões: A CCD é o resultado da convergência de vários tipos de cefaleias que integram a segunda edição da Classificação Internacional das Cefaleias. A grande maioria dos pacientes apresentou estresse e a metade desses se encontravam na fase de quase exaustão. O estresse produziu redução significativa em todas as escalas do questionário SF-36, com exceção da capacidade funcional. Os pacientes com estresse na fase de quase exaustão, quando comparados aos da fase de resistência apresentaram pontuações significativamente menores em todas as escalas do questionário SF-36, menos em dor corporal.
Abstract: Chronic daily headache (CDH) is a heterogeneous group of headaches that occurs 15 or more days per month, lasting more than four hours, including those associated with medication overuse. The objectives of this study were: to classify Chronic Daily Headache; to assess the quality of life and level of stress of the patients with this type of headache. Casuistic and Method: A hundred patients, from both sexes, with minimum age of 18 years old were prospectively studied. The inclusion criterion was the presence of primary headache with more than 4-hour duration, a frequency of 15 days or more monthly, in the last three months. The diagnosis was according to the second edition of The International Classification of Headache Disorders (ICHD-II) criteria. The SF-36 questionnaire to observe quality of life and Lipp´s Inventory of Stress Symptoms to diagnose stress were used. Patients with chronic organic disease were not included. Results: The patients´ mean age was 38.8 years. The majority (87%) was women. CDH mean duration was 4.0 years. Applying the ICHD-II criteria, 17 different types of diagnosis were necessary to classify CDH. Between these types of diagnosis, 11 presented migraine (80% of the patients). The types with migraine had lower scores according to SF-36 either in physical function (p=0.0015) and social function (p=0.033). A total of 46% of the patients overused medication. Their scores were lower in physical function (p=0.008), bodily pain (p=0.037) and role emotional (p=0.046). Ninety patients presented stress, prevailing the psychological symptoms in 94.5%. Between the patients who presented stress, 2 were at the alert phase, 33 at resistance phase, 46 at almost exhaustion and 9 at exhaustion phase. Stress diminished significantly the scores at the SF-36, except on physical function. There was no association between stress and medication overuse. Comparing the stress phases with SF-36 scores, except on bodily pain scale, the resistance phase showed significant higher scores than the almost exhaustion phase. Conclusions: CDH is the result of a convergence of several types of headaches that integrates the second edition of The International Classification of Headache Disorders. Most patients presented stress and half of them were at the almost exhaustion phase. Stress produced significantly reduction in all scales from SF-36 questionnaire, except on physical function. The patients with stress at the almost exhaustion phase compared with those at the resistance phase showed significant lower scores in all scales of SF-36 questionnaire, except on bodily pain.
Palavras-chave: Chronic Daily Headache
Classification
Quality of Life
Stress
Transtornos da Cefaléia
Estresse
Qualidade de Vida
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::NEUROLOGIA::123123::600
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas::123123::600
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde::123123::600
Citação: GALEGO, José Carlos Busto. Cefaleia crônica diária: classificação, estresse e impacto sobre a qualidade de vida. 2006. 97 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/211
Data de defesa: 28-Jun-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File SizeFormat 
galego_tese.pdf544,35 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.