Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/134
Tipo do documento: Tese
Título: Toxoplasma gondii: prevalência de infecção, diagnóstico laboratorial e genótipos.
Título(s) alternativo(s): Toxoplasma gondii: prevalence of infection, laboratory diagnosis and genotype.
Autor: Mattos, Cinara de Cássia Brandão de 
Primeiro orientador: Mattos, Luiz Carlos de
Primeiro coorientador: Pereira-chioccola, Vera Lucia
Primeiro membro da banca: Nogueira, Maurício Lacerda
Segundo membro da banca: Maia, Irineu Luiz
Terceiro membro da banca: Duarte, Geraldo
Quarto membro da banca: Colombo, Fabio Antonio
Resumo: T. gondii é um parasito intracelular obrigatório e cosmopolita, cuja infecção de natureza congênita ou adquirida, resulta nas diferentes formas de toxoplasmose. A manifestação clínica desta doença é inespecífica e variável. Seu diagnóstico, essencialmente laboratorial, é direcionado a gestantes, neonatos, portadores de imunodeficiências, portadores de lesão ocular e mesmo indivíduos normais. Métodos sorológicos são frequentemente utilizados na caracterização de anticorpos IgM e IgG anti-T. gondii, porém aqueles de natureza molecular favorecem a caracterização gênica das cepas em isolados de amostras biológicas. Objetivos: O objetivo geral desta tese foi investigar a infecção por T. gondii na região Noroeste Paulista. Seus objetivos específicos foram: 1. caracterizar a infecção em gestantes, neonatos e indivíduos com doenças oculares; 2. avaliar a aplicabilidade do método de PCR em amostra de sangue periférico em pacientes com doenças oculares; 3. identificar as cepas a partir de amostras de sangue periférico. Casuísitca e Métodos: dados epidemiológicos e amostras de sangue periférico de pacientes atendidos em Ambulatório de Gestação de Alto Risco e Retinopatia foram coletadas e analisadas quanto à infecção por T. gondii por métodos sorológicos (ELISA) e moleculares (cnPCR e qPCR). Resultados: entre 574 gestantes com média de idade igual a 27,2±6,5, 62% (345/556) mostraram-se reagentes para IgG e 3,4% (n=19/556), para IgM. Em 87 pares mãe-bebê, 64,4% (n=58) foram reagentes para anti-T. gondii e 2,3% (n=2), para IgM; 92,9% (52/56) apresentaram IgG com avidez maior ou igual a 30%. Dentre 184 pacientes com diferentes doenças oculares, 26% (n=49) apresentaram toxoplasmose ocular, todos reagentes para IgG. O método PCR (cnPCR e qPCR) aplicado à análise do sangue periférico apresentou sensibilidade e especificidade iguais a 40,8% e 100%, respectivamente. Cinco pacientes com toxoplasmose ocular mostraram-se infectados pela cepa toxoDB#65. Conclusão: Os resultados demonstram que a prevalência de infecção por T. gondii em gestantes, neonatos e pacientes com doenças oculares é elevada na região Noroeste paulista, e permitem estimar os índices de infecção congênita na região. Além de descrever pela primeira vez a toxoplasmose ocular na região, este estudo reforça a importância dos métodos cnPCR e qPCR na caracterização laboratorial da infecção e da cepas toxoDB #65 a partir de amostras de sangue periférico de pacientes com infecção crônica.
Abstract: T. gondii is an obligate intracellular parasite and cosmopolitan, whose infection congenital or acquired, results in different forms of toxoplasmosis. The clinical manifestations of this disease are nonspecific and variable. Its diagnosis essentially laboratory is aimed at pregnant women, neonates, patients with immunodeficiencies, patients with eye injury and even normal individuals. Serological methods are often used in the characterization of IgM and IgG anti-T.gondii, but those of nature of molecular favoring genetic characterization of the strains isolated from biological samples. Objectives: The overall objective of this thesis was to investigate the infection by T.gondii in the northwestern region of São Paulo state. Its specific objectives were: 1. to characterize infection in pregnant women, newborns and people with eye diseases 2. to evaluate the applicability of the method of PCR inperipheral blood sample in patients with eye diseases 3. to identify the strains from peripheral blood samples. Casuisitc and Methods: epidemiological data and samples of peripheral blood from patients treated in Outpatient Clinic of High Risk Pregnancy and Retinopathy were collected and analyzed for infection by T. gondii using serological methods (ELISA) and molecular (cnPCR and qPCR). Results: among 574 women with mean age equal to 27.2 ± 6.5, 62% (345/556) showed positive for IgG and 3.4% (n = 19/556) for IgM. In 87 mother-newborn pairs, 64.4% (n = 58) were reactive for anti-T. gondii and 2.3% (n = 2), IgM, 92.9% (52/56) had IgG avidity greater than or equal to 30%. Among 184 patients with different eye diseases, 26% (n = 49) had ocular toxoplasmosis, all reagents for IgG. The PCR (qPCR and cnPCR) applied to the analysis of peripheral blood showed sensitivity and specificity equal to 40.8% and 100%, respectively. Five patients with ocular toxoplasmosis were shown to be infected by the strain toxoDB # 65. Conclusion: The results show that the prevalence of infection with T. gondii in pregnant women, neonates and patients with eye diseases is high in the northwertern region of São Paulo state, and to estimate the rates of congenital infection in the region. In addition to describing the first time the ocular toxoplasmosis in the region, this study reinforces the importance of cnPCR and qPCR methods for the characterization of infection and laboratory strains toxoDB # 65 from peripheral blood samples of patients with chronic infection.
Palavras-chave: Toxoplasma gondii
Toxoplasmose gestacional
Retinocoroidite Toxoplásmica
Reação em Cadeia da Polimerase
Toxoplasmose
Genotipagem Toxoplasma gondii
Toxoplasma gondii
congenital toxoplasmosis
ocular toxoplasmosis
polymerase chain reaction
genotyping
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: MATTOS, Cinara de Cássia Brandão de. Toxoplasma gondii: prevalence of infection, laboratory diagnosis and genotype.. 2012. 107 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/134
Data de defesa: 13-Abr-2012
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
cinaradecassiabrandaodemattos_tese.pdf2,31 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.