Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/115
Tipo do documento: Tese
Título: Modelo assistencial para captação, diagnostico e seguimento de pacientes com asma em unidades básicas de saúde.
Autor: Leal, Renata Cristina de Angelo Calsaverini 
Primeiro orientador: Braile, Domingo Marcolino
Primeiro coorientador: Souza, Dorotéia Rossi Silva
Primeiro membro da banca: Lamari, Neuseli Marino
Segundo membro da banca: Vendramini, Silvia Helena Figueiredo
Terceiro membro da banca: Cerci Neto, Alcindo
Quarto membro da banca: Stelmach, Rafael
Resumo: A asma é uma doença inflamatória crônica caracterizada por hiperresponsividade das vias aéreas inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo. Responsável por altos índices de morbidade, a asma constitui um problema de saúde pública. Cuidados na atenção primária para a asma persistente leve e moderada, podem auxiliar no controle da doença. Objetivos: Caracterizar Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de São José do Rio Preto, considerando perfil demográfico, fluxo de atendimento, espaço físico, atendimento profissional e gerencial, visando proposta de modelo assistencial de saúde no tratamento de pacientes com asma. Material e Métodos: Este estudo avaliou seis UBSs (Anchieta, Solo Sagrado, Cidade Jardim, Jaguaré, Vila Toninho e Santo Antonio), incluindo perfil demográfico relacionado a número de consultas, com destaque à asma ou sibilância, abrangência populacional, total de consultas na especialidade de pneumologia e respectivos agravos, e tratamento medicamentoso. Considerou-se, ainda, o modelo operacional para gerenciamento e infraestrutura para asma, além do perfil profissional nas respectivas UBSs. Foi realizada, também, avaliação de recursos humanos, incluindo 66 profissionais atuantes em diversas áreas nas UBSs submetidos a um questionário, visando detectar seu conhecimento em asma e da proposta de atenção primária a essa doença, após a capacitação profissional. Avaliou-se, ainda, pela abrangência populacional e característica física, a planta arquitetônica da UBS Jaguaré. O teste qui-quadrado foi aplicado na análise comparativa de dispensação de medicamentos entre as UBSs, admitindo nível de significância de 5%. Resultados: A UBS Jaguaré mostrou maior abrangência populacional (7,3%), contudo, a população de escolares prevaleceu na Região Norte do município (5,4%), com referenciamento ao atendimento especializado, destacando-se a UBS Santo Antonio (9,5%), apesar da ausência de cadastro da doença nas UBSs estudadas. Entre os agravos envolvendo a asma, o volume de internações (0,005%) mostrou-se inferior ao número de inalações (1,58%). Elevado volume de medicamentos foi retirado na farmácia de alto custo (0,48%), destacando-se o baixo volume de dispensação de corticóide inalatório (0,32%). Notou-se maior uso de corticóide sistêmico nas UBSs Anchieta, Jaguaré e Solo Sagrado (5%; 28,5%; 37,4%, respectivamente), comparado a broncodilatador via oral (0,01%; 21,5%; 32,3%, respectivamente; P<0,0001). As UBSs Cidade Jardim e Santo Antonio mostraram maior frequência de broncodilatador (3,2%; 28,5%, respectivamente) em relação a corticóide sistêmico (2,1%; 13%, respectivamente; P<0,001). Na UBS Vila Toninho houve semelhança no uso dos medicamentos (P>0,05). Não foi observado nas UBSs infraestrutura, além de programa estruturado de acolhimento a pacientes com asma leve ou moderada na atenção primária. Detectou-se na avaliação de recursos humanos ausência de participação em programas e ou desconhecimento de novas diretrizes para a doença em 86,6% dos profissionais. Propôs-se um modelo assistencial específico para asma na atenção básica de saúde. Conclusões: Há falta de especificidade de registro e cuidados de pacientes com asma nas UBSs avaliadas, provavelmente pela dificuldade de comprometimento das equipes multiprofissionais com relação à proposta do sistema de saúde vigente. A proposição do modelo assistencial que coordena capacitação profissional e padronização de fluxo de atendimento nos diferentes níveis de atenção, dispensação de medicamentos e adequação físico-ambiental, poderá contribuir para o controle da doença e qualidade de vida.
Abstract: Asthma is a chronic inflammatory disease characterized by hyperresponsiveness of the lower airways and variable limitation of airflow. Severity is classified according to the frequency, intensity of symptoms and lung function. Asthma accounts for high rates of mortality and morbidity. It constitutes a public health issue that mobilizes actions of Brazilian scientific societies and local government officials . Part of these activities aimed at controlling mild to moderate asthma for care optimization to patients with the disease in the primary care. Objectives: To characterize the Basic Health Units (BHU) of Sao Jose do Rio Preto (BHU), considering their demographic profile, attendance flow, physical space, professional and management attendance; aiming to propose a health assistance model for treating patients with asthma. Material and Method: This was a descriptive study, linked to the Medical School of Sao Jose do Rio Preto (FAMERP), and performed along with the Municipal Health Service of São José do Rio Preto. The variables were collected by means of questionnaires; data collection from the municipal and state systems of information, photos, bibliographical surveys and analysis of the technical standards of health official systems. Data were shown by means of tables, charts, flowcharts and photograph; descriptive statistical analyses were used to interpret them for applying randomly the variables, through which the averages were calculated for discrete data. T test was used to compare variables for independent observation with the significance of 5% Results: There was a predominance of the emergency service for asthmatic patients, lack of registration based on the International Classification of Diseases (ICD) in the HBUs and hospitalizations. No structure for accommodating patients with mild and moderate asthma in the primary care was observed, as well as no correlation between the proposed health promotion program and a structured program provided for patients with mild and moderate asthma in these services. Based on these assumptions, a specific assistance model was developed for asthma care in the primary health care services. Conclusion: There is a lack of specific registration and care of asthmatic patients in the municipal pilot-units. This may be attributed to the difficulty of involvement of the multidisciplinary teams in relation to the present proposal of the Health System. The proposal of an ideal model of care follows a system that manages professional training, the standardization of attendance flow towards different levels of care, dispensing medications and suiting physical-environmental settings.
Palavras-chave: Asma
Saúde Pública
Atenção Primária à Saúde
Promoção da Saúde.
Asthma
Public Health
Primary Health Care
Health Promotion
Salud Publica
Atención Primaria de Salud
Promoción de la Salud
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: LEAL, Renata Cristina de Angelo Calsaverini. Modelo assistencial para captação, diagnostico e seguimento de pacientes com asma em unidades básicas de saúde.. 2011. 134 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/115
Data de defesa: 14-Out-2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
renataleal_tese.pdf12,58 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.