???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/754
Tipo do documento: Dissertação
Título: Dupla checagem de medicamentos potencialmente perigosos na Unidade de Terapia Intensiva
Autor: Candido, Kátia Luciana Franca Pereira 
Primeiro orientador: Beccaria, Lúcia Marinilza
Primeiro membro da banca: Mioto, Juliane Zagatti Alves Pereira
Segundo membro da banca: Oliveira, Priscila Braga de
Terceiro membro da banca: Frota, Oleci Pereira
Resumo: Verificar a percepção e conhecimento da equipe de enfermagem sobre a rotina de dupla checagem em terapia intensiva, identificar os MPP mais utilizados e elaborar proposta de melhoria dessa rotina. METODOLOGIA: Pesquisa transversal, abordagem quantitativa, delineamento descritivo, com correlação entre as variáveis, realizada em duas unidades de um hospital de porte especial de ensino do noroeste paulista. O estudo ocorreu em três fases: a primeira, realizada por meio de um levantamento dos medicamentos dispensados pela farmácia que necessitavam de dupla checagem. A segunda ocorreu por meio de participações do pesquisador em reuniões do grupo de segurança na medicação, nas quais participaram Enfermeiros de UTI, Farmacêutico, Gerente de Risco, Superintendência Assistencial, Gerente do Serviço de Enfermagem e Enfermeiro da Educação Permanente, que tinham por objetivo verificar como a rotina de dupla checagem estava sendo realizada na instituição. Na terceira fase foi aplicado um questionário para enfermeiros e técnicos de enfermagem, para avaliar a percepção e conhecimento sobre a dupla checagem em relação à segurança do paciente, durante o preparo e administração de MPP, de acordo com a rotina vigente na instituição, com uma amostra de 125 profissionais. A estatística foi descritiva e inferencial pelos Testes Komolgorov-Smirnov e Mann Whitney. RESULTADOS: Constatou-se que 97,6% conheciam as etapas do processo de dupla checagem de MPP e reconheciam a importância dessa rotina para a melhoria da segurança do paciente, corroborando com a resposta em que discordavam que essa atividade era somente uma burocracia enfrentada pela equipe de enfermagem. Observou-se que os profissionais com até cinco anos de atuação em UTI, na maioria das vezes, realizavam a dupla checagem e conheciam todas as etapas para o cumprimento dessa rotina. Evidenciou-se que a medicação mais dispensada foi a Noradrenalina 21229 (37,5%), seguida de Glicose 8066 (14,2%) e a menos utilizada foi a insulina NPH 35 (0,06%). Quanto às dificuldades encontradas para a realização da rotina, pontuaram a falta de disposição de tempo do enfermeiro ou do técnico de enfermagem no momento do preparo e da administração dos medicamentos. CONCLUSÃO: Os MPPs mais utilizados foram: Noradrenalina, Glicose, Polimixina, Heparina e Vancomicina e a percepção da equipe de enfermagem sobre a rotina de dupla checagem é de ser uma barreira importante para evitar eventos adversos na medicação, refletindo na melhoria da segurança ao paciente. Como estratégia de implementação, houve proposta de readequação da rotina, adicionando ao instrumento a descrição dos medicamentos, mecanismo de ação, efeitos colaterais e assistência segura de enfermagem quanto ao preparo, administração e cuidados após instalação; reavaliação da lista de MPPs e retirada dos medicamentos: Polimixina, Vancomicina e Glicose 50%, a fim de facilitar a realização e cumprimento da rotina de dupla checagem pela equipe de enfermagem da UTI. O impacto deste estudo foi contribuir com a reflexão e adoção das medidas de prevenção de erros na administração de MPPs, com sugestões para retirada de alguns medicamentos e a revisão do processo de dupla checagem, permitindo dessa forma, que outras instituições hospitalares possam rever seus processos de segurança na medicação.
Abstract: To identify the potentially hazardous drugs (PHDs) used in the ICU that require double checking and to verify the perception of the nursing team regarding this routine. METHODS: Field, cross-sectional research, quantitative approach, descriptive design, with correlation between variables carried out in two units of a special-sized medical school hospital in northwestern São Paulo state. The study comprised three phases: the first, carried out by means of a survey of the drugs supplied by the pharmacy; these part of the double-checking routine. In the second, it has occurred through the researcher's participation during meetings with the medication safety group; attended by ICU Nurses, Pharmacists, Risk Manager, Assistant Superintendent, Nursing Service Manager, and the Continuing Education Nurse, whose objective was to verify how the double-checking routine was being carried out in the institution. In the third phase, a questionnaire was applied to nurses and Nursing technicians to assess the perception about double-checking regarding patient safety during the preparation and administration of PHDs, according to the current routine in the institution, with a sample of 125 professionals. The statistics were descriptive and inferential by Komolgorov-Smirnov and Mann Whitney Tests. RESULTS: A total of 97.6% of them were aware of the steps of the PHD double-checking process and recognized the importance of this routine to improve patient safety, corroborating the answer that should disagreed that this activity was only a bureaucracy faced by the Nursing team. In most cases, professionals with up to five years in the ICU performed the double-checking and were aware of all the steps to accomplish this routine. It was stood out that the most dispensed medication was Noradrenaline 21229 (37.5%), followed by Glucose 8066 (14.2%) and the least used was insulin NPH 35 (0.06%). As for the difficulties experienced in performing the routine, they pointed out the lack of time of both the nurse or nursing technician when preparing and administering the medications. CONCLUSION: The most commonly used PHDs that required double checking were: Noradrenaline, Glucose, Polymyxin, Heparin, and Vancomycin. The Nursing team´s conception about the double-checking routine is that it is an important barrier to avoid adverse events in medication, reflecting in the improvement of the patient safety. As an improvement strategy, there was a proposal to readjust the routine, adding to the instrument the description of the medications, mechanism of action, side effects and safe nursing care regarding preparation, administration and care, after installation, reevaluation of the MPP list and the withdrawal of medications: Polymyxin, Vancomycin and Glucose 50%, to facilitate the accomplishment and compliance of the double-checking routine by the ICU Nursing team. The impact of this study was to contribute to the reflection and adoption of measures to prevent errors in the administration of PHDs, with suggestions for the removal of some medications and the review of the double-checking process, thus allowing other hospitals to review their medication safety processes.
Palavras-chave: Unidades de Terapia Intensiva
Intensive Care Units
Acesso aos Serviços de Saúde
Health Services Accessibility
Uso Indevido de Medicamentos
Drug Misuse
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 2
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Candido, Kátia Luciana Franca Pereira. Dupla checagem de medicamentos potencialmente perigosos na Unidade de Terapia Intensiva. 2022. 91 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1627
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/754
Data de defesa: 19-Nov-2022
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KátiaLucianaFrancaPereiraCandido_Dissert.pdfDocumento principal890,73 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.