???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/608
Tipo do documento: Dissertação
Título: Instituições de longa permanência de idosos: um retrato da rede de apoio
Autor: Silva, Antonio Caldeira da 
Primeiro orientador: Santos, Maria de Lourdes Sperli Geraldes
Primeiro membro da banca: Cury, Amena Alcântara Ferraz
Segundo membro da banca: Pancote, Camila Garcel
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Rita de Cassia Helu Mendonça
Quarto membro da banca: Cordova, Rosemeire Aparecida Milhim
Quinto membro da banca: Baptista, Margarete Ártico
Resumo: Descrever o perfil demográfico da população idosa e o perfil demográfico- epidemiológico da população residente nas ILPIS da área de abrangência do GVS XXIX. Propor e analisar indicadores para qualificação do processo de apoio e monitoramento das ILPIs. Implementar planilha de monitoramento das ILPIs com novos indicadores. Identificar os desafios atuais das ILPIsna Rede de Atenção à Pessoa Idosa.Material e Métodos: Estudo de corte transversal com abordagem quantitativa em 41 ILPIs sem fins lucrativos. Foi implantada planilha de indicadores, contendo variáveis relacionadas a: organização das ILPIs; demográficas; de apoio e cuidado; recursos humanos; doenças e agravos; intervenções terapêuticas e ações de controle. Foram construídas tabelas de contingência com cálculo de indicadores como: incidência, prevalência de doenças e agravos, mortalidade e razões para monitoramento. Resultados:Um total de 17,6% da população geral tinha 60 anos ou mais; 49,2 % dos municípios da área possuíam ILPI, com média de 31,6 residentes por instituição. A capacidade instalada foi 1402 vagas e taxa de ocupação 92,5%.A taxa de vagas foi de 6,1/1000 idosos; 78,6% dos residentes procedem dos municípios sede e 21,3% de outros municípios e estados próximos; 70,3% possuem mais de 70 anos, 49,4% são mulheres e 50,6% homens; 18,6% foram classificados com dependência grau III, 14,6% com diagnóstico de Alzheimer. Na distribuição dos recursos humanos 63,1% foram profissionais de cuidado, no indicador proposto foram identificados 2,1 profissionais de cuidado para cada idoso classificado como grau III. Dos indicadores complementares à RDC 283/05 foram identificadas as prevalências de 22,1 % de quedas, 1,9% de fratura de fêmur, 55% de Hipertensão Arterial e 19,8% de diabéticos. Segundo indicadores de controle foram realizadas anualmente por instituição 5,1 visitas das VISAs, 0,3 visitas da Promotoria Pública, 0,6 visitas do CMDI e 12,1 visitas da Atenção Primária. Conclusão: A transição demográfica e consequente envelhecimento da população exige um repensar no modelo de atenção aos idosos, com planejamento de políticas públicas e ações intersetoriais que visem cuidados de longa duração tanto no ambiente familiar como em Instituições de Longa Permanência de Idosos. Este estudo ao descrever o perfil demográfico e epidemiológico da população geral e dos idosos residentes nas instituições de longa permanência da região contribui para divulgar a dimensão do envelhecimento da população desta região e para aproximar estas instituições dos outros serviços e sociedade. O aperfeiçoamento da ferramenta e do processo de monitoramento integrado, significou um avanço importante no exercício e qualificação do cuidado aos idosos institucionalizados. A ferramenta instituída e avaliada constituiu-se num instrumento prático na organização dos processos de trabalho nas Instituições. A partir das fragilidades identificadas, um plano regional de educação permanente será implementado visando a construção da Rede de Atenção à Pessoa Idosa envolvendo as áreas da Saúde, Assistência Social e do controle social.
Abstract: To describe the demographic profile of the elderly population and the demographic and epidemiological profile of theLSIEsresident population in the GVS XXIX area. To propose and analyze indicators for the qualification of the supporting and monitoring process of the LSIEs. To establish a monitoring spreadsheet of the LSIEs with new indicators. To identify the current challenges of LSIEs in the Network for the Care of the Elderly. Material and Methods: Cross-sectional study with a quantitative approach among 41 non-profit LSIEs. It was introduced a spreadsheet of indicators, containing variables related to: organization of LSIEs; demographic; supporting and care; human resources; diseases and aggravations; therapeutic interventions and control actions. Contingency tables were constructed with the calculation of indicators such as: incidence, prevalence of diseases and aggravations, mortality and reasons for monitoring. Results:A total of 17.6% of the general population was 60 years old or older; 49.2% of the municipalities in the area have LSIEs , with an average of 31.6 residents per institution. The installed capacity was 1402 vacancies and occupation rate 92.5%. The vacancy rate was 6.1/1000 elderly people; 78,6% of the residents were from the headquarters municipalities and 21,3% from other municipalities and nearby states; 70.3% were over 70 years old; 49.4% were women and 50.6% were men; 18.6% were classified as Dependent grade III; 14.6% had Alzheimer's. In the distribution of human resources; 63.1% were care professionals, in the proposed indicator 2.1 care professionals were identified for each elderly classified as grade III. From the complementary indicators to the Resolution of Anvisa Collegiate 283/05, the prevalence of 22.1% of falls, 1.9% of femur fracture, 55% of hypertension and 19.8% of diabetics were noticed. According to the control indicators, 5.1 health surveillance visits, 0.3 visits by the Public Prosecutor's Office, 0.6 visits by the senior’s advice and 12.1 visits by the Primary Care Department were performed annually per institution. Conclusions: The demographic transition and consequent aging of the population require a rethinking of the model of care for the elderly, with planning of public policies and intersectoral actions aimed at long term care both in the family environment and in Institutions for Long Term Care of the Elderly. This study, by describing the demographic and epidemiological profile of the general population and the elderly living in the region's long-stay institutions, contributes at spreading the dimension of the aging population from this region and to approach these institutions to other services and society. The improvement of the tool as well as the integrated monitoring process, have provided an important advance in the exercise and qualification of care to the elderly institutions. The tool established and evaluated was a practical device in the organization of working processes in the institutions. Based on the fragilities identified, a regional plan for permanent education will be implemented aiming at building the Network for the Care of the Elderly, encompassing the areas of Health, Social Care and Social Control.
Palavras-chave: Instituição de Longa Permanência para Idosos
Homes for the Aged
Saúde do Idoso
Health of the Elderly
Saúde do Idoso Institucionalizado
Health of Institutionalized Elderly
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 2
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Silva, Antonio Caldeira da. Instituições de longa permanência de idosos: um retrato da rede de apoio. 2020. 70 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1475
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/608
Data de defesa: 13-Oct-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AntonioCaldeiradaSilva_Dissert.pdfDocumento principal957,76 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.