???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/434
Tipo do documento: Dissertação
Título: A atuação da palavra no desenvolvimento psicogenético do sujeito surdo e seu atendimento psicoterápico: neurose, plasticidade cerebral e outros abismos
Autor: Camargos, Gláucio Silva 
Primeiro orientador: Ávila, Lazslo Antonio
Primeiro membro da banca: Cruz, Emirene Maria Trevisan Navarro da
Segundo membro da banca: Fonseca, Vera Regina Jardim Ribeiro Marcondes
Resumo: A fala é um dos principais instrumentos de psicoterapia, o que representa um obstáculo para o tratamento de surdos congênitos que não utilizam o idioma oral para simbolizar seus estados mentais. Objetivo: Analisar o processo de construção psíquica em sujeitos surdos usuários da língua de sinais, sua relação com seu desenvolvimento linguístico e indicar possíveis considerações para o trabalho psicoterápico com essa população. Métodos: Inicialmente realizamos um levantamento bibliográfico por meio de uma revisão sistemática pautada no método Prisma. Após isso executamos um estudo de caso múltiplo por meio de um programa de psicoterapia planejado para atender três sujeitos surdos congênitos da comunidade surda de São José do Rio Preto -SP, selecionados por sorteio, de cadastro clínico particular. O programa foi estruturado em vinte e seis sessões de psicoterapia dinâmica. As sessões ocorreram em caráter individual e sistemático, visando observar os padrões no desenvolvimento dos processos mentais, realizadas uma vez por semana, com duração de 50 minutos. Para a análise de dados utilizamos os Mapas e as Árvores de Associação de SPINK (2010). Resultados: Diferenças no sistema semiótico da linguagem em surdos congênitos resultam em adaptações no desenvolvimento psíquico desses sujeitos em razão da natureza da língua de sinais. Conclusão: O tratamento psicoterápico para surdos deve levar em consideração seu sistema semiótico próprio, sua organização simbólica e sua cultura.
Abstract: The speech is one of the main instruments of psychotherapy, which represents an obstacle to the treatment of congenital deaf who do not use oral language to symbolize their mental states. Objective: To analyze the process of psychic construction in deaf subjects using sign language, their relation with their linguistic development and to indicate possible considerations for the psychotherapeutic work with this population. Methods: We carried out a bibliographical survey through a systematic review based on the Prisma method. After that, we performed a multiple case study through a psychotherapy program designed to attend three deaf individuals with congenital deafness in the deaf community of São José do Rio Preto -SP, selected by lot, from a private clinical record. The program was structured in twenty-six sessions of dynamic psychotherapy. The sessions were held individually and systematically, aiming to observe the patterns in the development of mental processes, performed once a week, lasting 50 minutes. For data analysis we used SPINK's Maps and Association Trees (2010). Results: Differences in the semiotic language system in congenital deaf people result in adaptations in the psychic development of these subjects due to the nature of sign language. Conclusion: Psychotherapeutic treatment for the deaf should take into account their own semiotic system, their symbolic organization, and their culture.
Palavras-chave: Psychotherapy
Deafness
Language Development
Psicoterapia
Surdez
Desenvolvimento da Linguagem
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::8765449414823306929::600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 2::Departamento 3::2806819863218485658::500
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia::2588426296948062698::500
Citação: Camargos, Gláucio Silva. A atuação da palavra no desenvolvimento psicogenético do sujeito surdo e seu atendimento psicoterápico: neurose, plasticidade cerebral e outros abismos. 2018. 118 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1368
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/434
Data de defesa: 16-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GlaucioCamargos_dissertac.pdfDocumento principal980,49 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.