Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/67
Tipo do documento: Tese
Título: Qualidade de vida de médicos residentes, aprimorandos e aperfeiçoandos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto/SP.
Autor: Lourenção, Luciano Garcia 
Primeiro orientador: Moscardini, Airton Camacho
Primeiro coorientador: Soler, Zaída Aurora Sperli Geraldes
Primeiro membro da banca: Gabriel, Edmo Atique
Segundo membro da banca: Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Terceiro membro da banca: Domingos, Neide Aparecida Micelli
Quarto membro da banca: Godoy, Moacir Fernandes de
Resumo: No Brasil, muitos profissionais de saúde buscam inserção em programas e pós-graduação como residência/aprimoramento profissional. Para concluírem tal processo de formação, passam por grandes dificuldades com elevados índices de problemas de saúde que interferem na sua qualidade de vida. Objetivo: Avaliar a qualidade de vida dos médicos residentes, aprimorandos e aperfeiçoandos de um hospital escola. Casuística e Método: A população deste estudo foi composta por 269 médicos residentes, 55 aprimorandos e 34 aperfeiçoandos. Para a coleta dos dados utilizou-se o WHOQOL-100, instrumento da Organização Mundial de Saúde para avaliar qualidade de vida. Os dados foram coletados no período de novembro de 2008 a janeiro de 2009. A consistência interna do WHOQOL-100 foi avaliada pelo Coeficiente Alfa de Cronbach, cujos valores iguais ou maiores a 0,70 são considerados satisfatórios. Resultados: Havia 358 profissionais matriculados nos programas, dos quais 196 participaram do estudo, sendo 120 (44,61%) médicos residentes, 52 (96,30%) aprimorandos e 24 (70,59%) aperfeiçoandos. Houve baixa consistência interna no domínio nível de independência (α = 0,54 / 0,48 e 0,54 para residência, aprimoramento e aperfeiçoamento, respectivamente) e no domínio relações sociais para os aprimorandos (α = 0,68). Considerando respectivamente residentes, aprimorandos e aperfeiçoandos, os domínios que apresentaram maiores escores médios foram: nível de independência (77,18 / 75,03 / 82,29); aspectos espirituais/religiosos (74,01 / 77,76 / 83,59) e relações sociais (68,80 / 69,79 / 71,18); os menores escores foram para os domínios psicológico (63,38 / 61,37 / 66,87), ambiente (62,46 / 59,15 / 58,93) e físico (57,36 / 55,73 / 61,72). As facetas com maiores escores foram: dependência de medicação ou de tratamentos (88,54 / 82,57 / 93,94), relações pessoais (70,31 / 74,27 / 76,30) e sono e repouso (63,59 / 64,40 / 68,23) para todos os profissionais; autoestima (67,65 / 65,38) para residentes e aprimorandos; imagem corporal e aparência (73,17) para aperfeiçoandos; transporte (80,26) para residentes; ambiente no lar para aprimorandos e ambiente físico: poluição, ruído, trânsito, clima (69,19) para aperfeiçoandos. Os profissionais apresentaram ótimos escores na faceta de espiritualidade, religião e crenças pessoais. As facetas com menores escores foram: atividade da vida cotidiana (67,13 / 67,30 / 76,30) e sentimentos negativos (57,60 / 51,80 / 59,11) para todos os profissionais; atividade sexual (66,77 / 63,10) e energia e fadiga (50,20 / 51,32) para residentes e aprimorandos; suporte social (67,70) e dor e desconforto (54,17) para aperfeiçoandos; participação em/e oportunidades de recreação/lazer (49,21) para residentes e recursos financeiros (45,55 / 50,52) para aprimorandos e aperfeiçoandos. Conclusões: A avaliação da qualidade de vida mostrou que os profissionais estudados apresentam-se satisfeitos com a qualidade de vida, a vida e a saúde; apresentam bom nível de independência e boa estrutura espiritual/religiosa. Há um comprometimento da vida sexual e das atividades da vida cotidiana, além de dificuldades de enfrentamento das situações estressantes.
Abstract: In Brazil, a lot of health professionals search insertion in graduate degree programs such as professional residency/improvement. To finish such training process, they can pass through great difficulties with high levels of health problems that interfere in their life quality. Objective: To evaluate the quality of life of resident physicians and non-medical resident professionals of a school hospital. Casuistic and Method: The population of this study comprised 269 resident physicians, 89 non-medical resident professionals (55 aprimorandos and 34 aperfeiçoandos). To collect data WHOQOL-100 was used an instrument of World Health Organization to evaluate the life quality. Data was collected in the period from November 2008 to January 2009. The intern consistence of the WHOQOL-100 was evaluated by the Cronbach Coefficient Alpha, in which the values equal or superior to 0.70 are considered satisfactory. Results: There were 358 enrolled in vocational programs, of which 196 participated in the study, and 120 (44.61%) resident physicians, and 76 non-medical resident physicians (52 (96.30%) aprimorandos and 24 (70.59%) aperfeiçoandos) participated in the study. There was a low intern consistence in the domain level of independence (α = 0.54 / 0.48 and 0.54 for residence, non-medical resident professionals (aprimorandos and aperfeiçoandos), respectively and in the social relationship domain for the nonmedical resident professionals (α = 0.68). Considering respectively residents and nonmedical resident professionals (aprimorandos and aperfeiçoandos), presented higher average scores were: independence level (77.18 / 75.03 / 82.29); spiritual/religion aspects (74.01 / 77.76 / 83.59) and social relationship (68.80 / 69.79 / 71.18) domains; the lower scores were for the psychological (63.38 / 61.37 / 66.87), environmental (62.46 / 59.15 / 58.93) and physical (57.36 / 55.73 / 61.72) domains. The characteristics with higher scores were: dependence on medication or treatments (88.54 / 82.57 / 93.94), personal relationship (70.31 /74.27 / 76.30) and sleep and rest (63.59 / 64.40 / 68.23) for all professionals; self (67.65 / 65.38) for residents and non-medical resident professionals (aprimorandos), body image and appearance (73.17) for non-medical resident professionals (aperfeiçoandos); transportation (80.26) for residents, home environment for non-medical resident professionals (aprimorandos) and physical environment (69.19) for non-medical resident professionals (aperfeiçoandos). The professionals presented great scores in the spirituality, religion and personal beliefs characteristic. The characteristics with lower scores were: daily life activities (67.13 / 67.30 / 76.30) and negative feelings (57.60 / 51.80 / 59.11) for all the professionals; sexual activity (66.77 / 63.10) and energy and fatigue (50.20 / 51.32) for residents and non-medical resident professionals (aprimorandos); social support (67.70) and pain and discomfort (54.17) for non-medical resident professionals (aperfeiçoandos); participation in recreation/leisure opportunities (49.21) for residents and financial resources (45.55 / 50.52) for non-medical resident professionals (aprimorandos and aperfeiçoandos respectively). Conclusions: The evaluation of life quality showed that the studied professionals are satisfied with their life quality; life and health; presented an adequate level of independence and good spiritual/religious structure. There is a commitment of sexual life and daily life activities, furthermore on coping with difficulties of stressful situations.
Palavras-chave: Qualidade de vida
Internato e residência
Estresse
Internato não Médico
Avaliação em saúde.
Quality of Life
Medical Residency
Non-Medical Residency
Epidemiology
Calidad de Vida
Estresse Psicológico
Estrés Psicológico
Stress, Psychological
Residencia não Medica não Odontologica.
Internato no Médico
Internato no Médico
Internship, Nonmedical
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: LOURENÇÃO, Luciano Garcia. Qualidade de vida de médicos residentes, aprimorandos e aperfeiçoandos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto/SP.. 2009. 138 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/67
Data de defesa: 5-Jun-2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
lucianogarcialourencao_tese.pdf837,25 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.