???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/544
Tipo do documento: Dissertação
Título: Educação sexual: perspectivas de estudantes de graduação de psicologia e pedagogia
Autor: Alvaro, Daniela de Camargo 
Primeiro orientador: Pinto, Maria Jaqueline Coelho
Primeiro membro da banca: Agreli, Milene Soares
Segundo membro da banca: Valerio, Nelson Iguimar
Resumo: Apesar de a sexualidade estar presente em toda dimensão do ser humano, ainda é cercada pelo desconhecimento em diversas áreas, por isso a educação sexual como toda ação de ensino-aprendizagem sobre a sexualidade humana, deve abranger conhecimentos sobre informações básicas, discussões e reflexões sobre valores, normas, sentimentos, emoções e atitudes relacionadas à vida sexual. Objetivo: levantar a aquisição do conhecimento e a percepção que alunos de graduação em psicologia e pedagogia têm acerca da sexualidade e educação sexual. Método: foram participantes alunos regularmente matriculados em uma faculdade particular, e para a obtenção dos dados foram utilizados o Questionário de Identificação Sociodemográfica, Questionário de Atitudes Face à Educação Sexual em Estudantes e o Questionário de Avaliação de Atitudes dos Professores face à Educação Sexual – QAAPES. Trata-se de um estudo quantitativo descritivo do tipo exploratório. Resultados: Dos 378 participantes, 335 (88,6%) eram do sexo feminino e 43 (11,4%) do sexo masculino, com idades entre 17 e 62 anos. Com relação às atitudes face à educação sexual, 213 participantes concordaram que a educação sexual deve ser disponibilizada nas escolas e ser uma responsabilidade partilhada com os pais, e 161 (83,5%) responderam que deve iniciar no Ensino Fundamental II. Os tópicos que devem fazer parte do currículo em educação sexual foram IST's/Aids, abuso sexual, contracepção, gênero e diversidade, configurações familiares e reprodução. Com relação ao envolvimento em educação sexual, 39 (16,5%) alunos da Psicologia e 35 (72,9%) da Pedagogia tiveram alguma formação em aula ou estágio. Foi encontrada uma atitude pouco positiva por parte dos alunos em relação à educação sexual, como também conforto para falar de alguns temas. Do total de alunos de ambos os cursos, 172 pretendem desenvolver atividades de educação sexual. Conclusão: Todos os alunos trouxeram um modelo de educação sexual baseada na abordagem biológica e higienista, deixando de lado a abordagem emancipatória que trabalha a formação social do indivíduo. É necessário investir em uma formação voltada para educação sexual abrangente em todos os aspectos do ser humano: biológica, psicológica, sociocultural, histórica, ética, considerando as múltiplas formas de prazer e satisfação sexual, que contribua para uma formação de profissionais sensíveis, conscientes e aptos ao trabalho de educação sexual.
Abstract: Although sexuality is present in every dimension of the human being, it is still surrounded by a lack of knowledge in several areas. Therefore, sexual education, like all teaching-learning activities on human sexuality, should include knowledge about basic information, discussions and reflections on values, norms, feelings, emotions and attitudes related to sexual life. Objective: to raise the acquisition of knowledge and the perception undergraduate students in psychology and pedagogy have about sexuality and sex education. Method: Participants were students enrolled in a private college, and the data were collected using the Sociodemographic Identification Questionnaire, Attitude Questionnaire for Sexual Education in Students and the Questionnaire for Assessment of Teachers' Attitudes towards Sexual Education - QAAPES. This is a descriptive quantitative study of the exploratory type. Results: Of the 378 participants, 335 (88.6%) were female and 43 (11.4%) were males, aged between 17 and 62 years. With regard to attitudes towards sex education, 213 participants agreed that sex education should be made available in schools and be a shared responsibility with parents, and 161 (83.5%) responded that they should start teaching Fundamental II. The topics that should be part of the sexual education curriculum were STD / AIDS, sexual abuse, contraception, gender and diversity, family settings and reproduction. Regarding the involvement in sexual education, 39 (16.5%) Psychology students and 35 (72.9%) Pedagogy had some training in class or stage. There was a lack of positive attitude on the part of the students regarding sex education, as well as comfort to talk about some subjects. Of the total number of students in both courses, 172 intend to develop sex education activities. Conclusion: All students brought a model of sexual education based on the biological and hygienist approach, leaving aside the emancipatory approach that works the social formation of the individual. It is necessary to invest in training aimed at comprehensive sexual education in all aspects of the human being: biological, psychological, sociocultural, historical, ethical, considering the multiple forms of pleasure and sexual satisfaction, which contributes to the formation of sensitive, and able to work in sex education.
Palavras-chave: Educação Sexual
Sex Education
Sexualidade
Sexuality
Reprodução
Reproduction
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 2::Departamento 3
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citação: Alvaro, Daniela de Camargo. Educação sexual: perspectivas de estudantes de graduação de psicologia e pedagogia. 2018. 85 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1426
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/544
Data de defesa: 28-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DanieladeCamargoAlvaro_Dissert.pdfDocumento principal966,68 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.