???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/49
Tipo do documento: Dissertação
Título: Manual de orientações para pacientes e familiares: transplante de fígado
Autor: Felício, Helen Catharine Camarero de 
Primeiro orientador: Miyazaki, Maria Cristina de Oliveira Santos
Primeiro membro da banca: Silva, Rita de Cássia Martins Alves da
Segundo membro da banca: Gorayeb, Ricardo
Resumo: O transplante de fígado é indicado para hepatopatias crônicas ou agudas para as quais não existe outro tratamento disponível. É um processo complexo que requer atendimento interdisciplinar e comportamentos de adesão por parte do paciente e cuidador. Este estudo teve como objetivos: a) identificar informações consideradas suficientes ou não sobre o transplante na perspectiva de pacientes transplantados e candidatos ao transplante, familiares e profissionais; b) elaborar manual de orientações para pacientes e familiares a partir dos dados obtidos, contendo informações identificadas como relevantes e necessárias. Casuística e Método: estudo descritivo, aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa e realizado na Unidade de Cirurgia e Transplante de Fígado e Intestino Delgado do Hospital de Base de São José do Rio Preto, SP. Participaram 50 pacientes em lista de espera para transplante de fígado, 50 familiares (cuidadores) de pacientes em lista, 50 pacientes já transplantados e 24 profissionais da equipe interdisciplinar da Unidade. Foram realizadas entrevistas estruturadas com os pacientes e familiares. Os profissionais receberam questionários que foram respondidos e entregues posteriormente. Resultados: A maior parte dos pacientes era do sexo masculino: transplantados (41 homens; média de idade do grupo: 47,52; dp: 11,7); em lista (30 homens; média de idade do grupo:48,02; dp: 10,29). Os grupos de cuidadores e de profissionais foram principalmente do sexo feminino: n: 37 e n:15, respectivamente. Os profissionais da equipe eram médicos, enfermeiras, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas e fisioterapeutas. Foram consideradas insuficientes (p≤0,032) para os transplantados informações sobre a doença, exames, fila de espera, protocolo, pré e pós-operatório, medicação imunossupressora, rejeição e complicações e seguimento ambulatorial. Para os pacientes em lista foram consideradas insuficientes (p≤0,032) informações sobre a doença, tratamento, cirurgia, pré, intra e pós-operatório (chegada ao hospital, exames, procedimentos no centro cirúrgico, duração e riscos da cirurgia e UTI) e acompanhamento (rejeição, retransplante, imunossupressores, alimentação e seguimento). Para os cuidadores foram consideradas insuficientes (p≤0,032) informações sobre a doença, exames, alimentação, tratamento, fila de espera, qualidade de vida, internações, protocolo, pré, intra e pós-operatório, medicação imunossupressora, rejeição e complicações, retransplante, alimentação, alta e seguimento ambulatorial. As respostas dos profissionais enfatizaram questões relacionadas às diversas especialidades. Conclusões: Embora informações sejam fornecidas por todos os profissionais da equipe, pacientes e cuidadores ainda percebem possuir informações insuficientes sobre todo o processo. Um manual contendo as orientações foi elaborado com base nos dados obtidos.
Abstract: Liver transplantation is currently indicated for chronic and acute liver failure when no other treatment is available. As a complex procedure, it requires interdisciplinary care and the patients and caregivers´ compliance behavior. Objectives: to obtain from liver recipients, transplant candidates, families and health care professionals what kind of information they considered sufficient or insufficient about liver transplantation; to use the obtained data to elaborate a manual with information identified as relevant and necessary. Method: this is a descriptive study approved by the Ethics Committee and conducted at the Unity of Surgery and Liver and Large Intestine Transplant, Hospital de Base, Sao Jose do Rio Preto, S.P. A total of 50 liver transplant candidates , 50 caregivers of these patients , 50 recipient patients and 24 health care professionals from this unity comprised the study. All patients and caregivers were interviewed in the Outpatient Service and in the Transplant Unit by the research nurse. All professionals received a questionnaire; afterwards the answers were returned to the researcher. Results: Most patients were male: liver recipients (41 men; mean age: 47.52; sd: 11.7); candidate patients (30 men; mean age: 48.02; sd:10.29). The Group of caregivers (n: 37) and professionals (n: 15) comprised mostly women. Professional team comprised physicians, nurses, psychologists, social workers, nutritionists and physical therapists. Recipients related insufficient information (p<0.032) concerning their disease, exams, waiting list, pre- and postsurgery periods, immunosupressor drugs, rejection and complications and follow-up at the outpatient clinic. Candidate patients considered they had insufficient information (p<0.032) about their disease (liver functioning, cyrrhosis, severity and complications); about the treatment (exams and protocol); surgery (need for surgery and donor); pre-, intra and postoperative periods (hospital arrival, exams and procedures at the operating room, duration and risks of surgery and ICU) and follow-up (rejection, retransplantation, immunosupressors, diet and follow-up). Caregivers had insufficient information (p<0.032) about the disease, exams, treatment, waiting list, quality of life, hospitalization, protocol, pré-, intra e postoperative periods, immunosupressor drugs , rejection and complications, retransplantation, pre- and post diet, hospital discharge and outpatient follow-up. Professionals´ answers pointed out topics related to their own specialties . Conclusions: even thought all health care professionals provide information; patients and caregivers still report not to have enough information about the whole process of liver transplantation. An orientation manual was elaborated based on the obtained data.
Palavras-chave: Liver Transplantation
Transplant Education
Transplant Candidates
Nursing Care
Transplants
Surgery
Transplante
Transplante de Fígado
Manual de Orientações
Transplantes
Trasplantes
Transplante de H?gado
Cirurgia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CIRURGIA::123123123123::600
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas::123123123123::600
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde::123123123123::600
Citação: FELÍCIO, Helen Catharine Camarero de. Manual de orientações para pacientes e familiares: transplante de fígado. 2007. 126 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/49
Data de defesa: 27-Apr-2007
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File SizeFormat 
helenacatharinecamarerodefelicio_dissert.pdf1,24 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.