???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/444
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ansiedade, depressão e habilidades de vida em enfermeiros de UTI de um hospital escola
Autor: Carvalho, Tânia Mari Reis de 
Primeiro orientador: Araújo Filho, Gerardo Maria de
Primeiro membro da banca: Santos, Carlos Alberto dos
Segundo membro da banca: Fucuta, Patrícia
Resumo: Ansiedade e depressão são transtornos que podem gerar prejuízos na vida pessoal, no meio social e no trabalho do ser humano de modo geral, sendo assim, programas para a prevenção à saúde mental, tais como o desenvolvimento de habilidades de vida, podem colaborar para a melhora e prevenção destes transtornos. Objetivo: Descrever as características sociodemográficas, as condições de saúde e associar os sintomas de Ansiedade e Depressão com as Habilidades de Vida. Método: Trata-se de um estudo descritivo, transversal com delineamento de levantamento e a relação de variáveis a partir de análises quantitativas e qualitativas. Foram convidados a participar da pesquisa todos os enfermeiros das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base da Fundação Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-SP (FUNFARME), que aceitaram em responder aos instrumentos de avaliação. Foram aplicados os seguintes instrumentos: 1) Protocolo com informações sociodemográficas e condições de saúde / doença; 2) Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão - HADS; 3) Escala de Habilidades de Vida (EHV). A análise exploratória dos dados incluiu média, mediana e desvio-padrão e variação para variáveis contínuas e numéricas e proporção para variáveis categóricas. Todos os testes foram bicaudais e valores de P < 0,05 foram considerados significantes. Resultados: O universo estudado é composto por indivíduos com idades entre 23 e 43 anos, com predomínio do sexo feminino. A maioria dos avaliados indicou ausência de problemas de saúde. Foram encontrados sintomas significativos de ansiedade e de depressão em cerca de um terço da amostra e oito das dez HV no intervalo dois, com mediana de 4, ou seja, boas HV. Conclusão: A amostra constituiu-se então de, um grupo de enfermeiros relativamente saudáveis, com menor presença de sintomas significativos de Ansiedade e Depressão comparado com estudos semelhantes e boas HV. Na análise comparativa entre grupos com e sem depressão, mulheres mais velhas com idade média de (35 anos) apresentaram depressão e associação com baixa habilidade de vida de comunicação eficaz.
Abstract: Anxiety and depression are disorders that can cause harm to one's personal life, the social environment and the work of the human being in general, so that programs for the prevention of mental health, such as the development of life skills, can contribute to the improvement and prevention of these disorders. Objective: Describe the sociodemographic characteristics, health conditions and connect symptoms of Anxiety and Depression with Life Skills. Méthod: This is a descriptive, cross-sectional study with survey design and the relation of variables based on quantitative and qualitative analyzes. All the nurses of the Intensive Care Units (ICU) of the Foundation Hospital of the São José do Rio Preto Medical School (FUNFARME), who agreed to respond to the evaluation instruments, were invited to participate in the study. The following instruments were used: 1) Protocol with sociodemographic information and health / disease conditions; 2) Hospital Scale of Anxiety and Depression - HADS; 3) Life Skills Scale (EHV). The exploratory data analysis included mean, median and standard deviation and variation for continuous and numerical variables and proportion for categorical variables. All tests were two-tailed and P values <0.05 were considered significant. Results: The studied universe is composed of individuals between 23 and 43 years of age predominantly females. The majority of the evaluated ones indicated absence of health problems. Significant symptoms of anxiety and depression were found in about one third of the sample and eight of the ten HV in the two intervals, with a median of 4, that is, good HV. Conclusion: The sample consisted of a group of relatively healthy nurses, with a lower presence of significant symptoms of Anxiety and Depression compared to similar studies and good HV. In the comparative analysis between groups with and without depression, older women with a mean age of (35 years) presented depression and association with low ability to live effective communication.
Palavras-chave: Anxiety
Depression
Nurses
Intensive Care Units
Ansiedade
Depressão
Enfermeiros
Unidades de Terapia Intensiva
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::8765449414823306929::600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 2::Departamento 3::2806819863218485658::500
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia::2588426296948062698::500
Citação: Carvalho, Tânia Mari Reis de. Ansiedade, depressão e habilidades de vida em enfermeiros de UTI de um hospital escola. 2018. 60 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1388
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/444
Data de defesa: 27-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TaniaMariCarvalho_dissert.pdfDocumento principal719,06 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.