???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/420
Tipo do documento: Dissertação
Título: Marcadores moleculares GST e CYP relacionados com fatores clínicos em câncer de mama
Autor: Santos, Stéphanie Piacenti dos 
Primeiro orientador: Goloni-Bertollo, Eny Maria
Primeiro coorientador: Pavarino, Érika Cristina
Primeiro membro da banca: Chicote, Patrícia Matos Biselli
Segundo membro da banca: Gregório, Michele Lima
Resumo: O câncer de mama é uma das principais causas de morte em mulheres no mundo. A etiologia desta doença é multifatorial e inclui fatores como hábitos, estilo de vida, hormonais, ambientais e genéticos. O metabolismo de xenobióticos contribui para o desenvolvimento do carcinoma mamário, e polimorfismos nos genes que codificam enzimas desta via, tais como GSTs (GSTM1 e GSTT1) e CYPs (CYP1A1*2A e CYP1A1*2C) têm sido associados ao câncer de mama. Objetivos: Investigar a influência dos polimorfismos GSTM1, GSTT1, CYP1A1*2A e CYP1A1*2C no risco de desenvolvimento de câncer de mama; avaliar a associação dos polimorfismos e fatores de risco (idade, fumo, álcool, características clínicas) no câncer de mama, assim como características clínicas e histopatológicas do tumor. Casuística e Métodos: O presente estudo caso-controle incluiu 752 mulheres, 219 pacientes e 533 controles. Para análise molecular foram realizadas as técnicas de PCR-Multiplex (GSTM1 e GSTT1), PCR-RFLP (CYP1A1*2A) e PCR em tempo real (CYP1A1*2C). Para a análise estatística foram utilizados os programas MINITAB 16.0 (teste de Regressão Logística Múltipla), SNPstats (testes de Modelos de Herança) e BioEstat 5.0 (teste de Equílibrio de Hardy-Weinberg). Resultados: Mulheres com idade avançada e com o hábito etilista apresentaram risco aumentado para o desenvolvimento de câncer de mama. Mulheres com carcinoma mamário apresentaram frequência discretamente maior (51%) do genótipo nulo GSTM1 em relação a mulheres sem câncer (49%), no entanto essa diferença não foi estatisticamente significante. O genótipo nulo de GSTT1 também não foi associado ao câncer de mama. O polimorfismo CYP1A1*2A foi associado ao risco para câncer de mama e o polimorfismo CYP1A1*2C foi mais frequente em tumores com ausência de metástase à distância. Conclusões: Mulheres com idade avançada e que ingerem bebida alcoólica apresentam risco aumentado para desenvolver câncer de mama. O polimorfismo CYP1A1*2A está associado ao câncer de mama e o polimorfismo CYP1A1*2C está relacionado às mulheres com ausência de metástase à distância. Os polimorfismos dos genes GSTM1 e GSTT1 não apresentam associação com o desenvolvimento do câncer de mama.
Abstract: Breast cancer is a leading cause of death in women worldwide. The etiology of this disease is multifactorial, including factors such as habits and lifestyle, hormonal, environmental and genetic. The xenobiotic metabolism contribute to the development of breast carcinoma and polymorphisms in genes encoding enzymes in this pathway, such as GST (GSTM1 and GSTT1) and CYPs (CYP1A1*2A and CYP1A1*2C) have been associated to breast cancer. Objectives: To investigate the influence of the GSTM1, GSTT1, CYP1A1*2A and CYP1A1*2C polymorphisms at the risk for developing breast cancer; to evaluate the association of polymorphisms and risk factors (age, smoking, alcohol, clinical features), tumor clinical and histopathologic features in breast cancer. Methods: This case-control study included 752 women, 219 patients and 533 controls. Molecular analysis were performed by PCR-multiplex (GSTM1 null and GSTT1 null), PCR-RFLP (CYP1A1*2A) and real-time PCR (CYP1A1*2C). For the statistical analysis, the MINITAB 16.0 (Multiple Logistic Regression Test), SNPstats (Inheritance Model tests) and BioEstat 5.0 (Hardy-Weinberg test) tests were used. Results: Women with old age and the alcohol consumption had increased risk for developing breast cancer. Women with breast cancer had slightly higher frequency (51%) of the GSTM1 null genotype than women without cancer (49%), however this difference was not significant statistically. GSTT1 null genotype was also not associated with breast cancer. CYP1A1*2A polymorphism was associated with the risk for breast cancer and CYP1A1*2C polymorphism was more frequent in tumors with no distant metastases. Conclusions: Women with age advanced and who drink alcohol present increased risk for developing breast cancer. CYP1A1*2A polymorphism is associated with breast cancer and CYP1A1*2C polymorphism is related to women with no distant metastases. The polymorphisms of the GSTM1 and GSTT1 genes are not associated with the development of breast cancer.
Palavras-chave: Breast Neoplasms
Xenobiotics
Genetic Polymorphism
Neoplasias da Mama
Xenobióticos
Polimorfismo Genético
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::-969369452308786627::600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 1::306626487509624506::500
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde::-6954410853678806574::500
Citação: Santos, Stéphanie Piacenti dos. Marcadores moleculares GST e CYP relacionados com fatores clínicos em câncer de mama. 2016. 95 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1321
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/420
Data de defesa: 8-Nov-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
StephaniePiacentidosSantos_dissert.pdfDocumento principal487,65 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.