Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/375
Tipo do documento: Tese
Título: Malária vivax no Estado do Pará: influência de polimorfismos nos genes TNFA, IFNG e IL10 associados à resposta imune humoral e ancestralidade genômica.
Autor: Furini, Adriana Antônia da Cruz 
Primeiro orientador: Machado, Ricardo Luiz Dantas
Primeiro membro da banca: Cavasini, Carlos Eugênio
Segundo membro da banca: Pedro, Heloísa da Silveira Paro
Terceiro membro da banca: Goloni-Bertollo, Eny Maria
Quarto membro da banca: Bertasso-Borges, Maristela Sanches
Resumo: Introdução: A malária é uma das maiores causas de morbidade e mortalidade em países tropicais e subtropicais. Objetivos: Avaliar a influência da ancestralidade genética na distribuição de polimorfismos em genes envolvidos na resposta imune e os níveis de anticorpos contra proteínas expressas no estágio de merozoíto do Plasmodium vivax. Material e Métodos: Foram avaliados 90 indivíduos com malária vivax e 51 não infectados de Goianésia do Pará, região Norte do Brasil. Nove polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) distribuídos nos genes: TNFA, INFG e IL10 foram genotipados por PCR-ASO ou PCR-RFLP. A ancestralidade genômica para os três grupos étnicos (africana, europeia e ameríndia) foi categorizada com a utilização de 48 INDELs. As respostas de anticorpos específicos contra as proteínas C-terminal (MSP-119) da MSP-1, da DBP e da AMA-1 do P. vivax foram determinadas por ELISA. Resultados: Não houveram diferenças nas proporções de ancestralidade na maioria dos SNPs investigados, apenas para o alelo TNF-308A e a ancestralidade europeia. Nenhuma associação significativa foi observada entre as frequências alélicas e genotípicas dos SNPs entre os grupos investigados. Não foi encontrada diferença significativa nos níveis de anticorpos IgG em relação aos polimorfismos estudados. Conclusões: Esses resultados ressaltam que os polimorfismos nos genes TNFA, INFG e IL10 não influenciam na resposta imune anti-merozoítos do P. vivax. Discutimos o perfil imunogenético envolvido na resposta imune humoral na malária vivax em região endêmica da Amazônia brasileira
Abstract: Introduction: Malaria is one of the mayor cause of morbidity and mortality in tropical and subtropical countries. Objectives: To evaluate the influence of genetic ancestry in the distribution of polymorphisms in genes involved in the immune response and antibody levels against proteins expressed in the merozoite stage of Plasmodium vivax. Material and Methods: To evaluated 90 patients with vivax malaria and 51 non-infected patients from Goianésia do Pará, northern Brazil. Nine single nucleotide polymorphisms (SNPs) in the genes: TNFA, IL-10 INFG were genotyped by PCR-ASO or RFLP-PCR. The genetic ancestry for three ethnic groups (African, European and American Indian) were categorized using 48 INDELs. The responses of specific antibodies against the C-terminal proteins (MSP-119) MSP-1, BPD and AMA-1 of P. vivax were determined by ELISA. Results: There were no differences in ancestry proportions in most SNPs investigated only for TNF-308A allele and European ancestry. No significant association was observed between the allele and genotype frequencies of the SNPs between the groups investigated. There was no significant difference in the levels of IgG antibodies to the studied polymorphisms. Conclusions: These results indicated that the polymorphisms in the TNFA, INFG e IL10 genes can not influence the anti-merozoites immune response of P. vivax. We discussed the immunogenetic profile involved in the humoral immune response in malaria vivax in an endemic area of the Brazilian Amazon.
Palavras-chave: Malária
Malaria
Plasmodium vivax
Plasmodium vivax
Polimorfismo Genético
Polymorphism, Genetic
Anticorpos
Antibodies
Citocinas
Cytokines
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 1
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: Furini, Adriana Antônia da Cruz. Malária vivax no Estado do Pará: influência de polimorfismos nos genes TNFA, IFNG e IL10 associados à resposta imune humoral e ancestralidade genômica. 2016. 124 p. Tese (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1268
URI: http://hdl.handle.net/tede/375
Data de defesa: 5-Ago-2016
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
adrianaadacruzfurini_tese.pdfadrianaadacruzfurini_tese7,48 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.