Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/332
Tipo do documento: Dissertação
Título: Complicações do cateter venoso central em pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoéticas de um serviço especializado
Autor: Barretta, Lidiane Miotto 
Primeiro orientador: Beccaria, Lúcia Marinilza
Primeiro membro da banca: Naoum, Flávio Augusto
Segundo membro da banca: Kusumota, Luciana
Resumo: Introdução: O transplante de células tronco hematopoéticas é um processo longo, complexo, de alto custo, que exige infraestrutura hospitalar apropriada e equipe multiprofissional qualificada. As maiores causas de morbidade e mortalidade de pacientes transplantados são as infecções. Faz parte do transplante a inserção de um cateter venoso central semi-implantável de longa permanência, com risco de complicações como obstrução, fratura ou ruptura, migração, infecção e morte. Objetivos: Caracterizar os pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoéticas; identificar as intercorrências associadas ao cateter venoso central e descrever a relação de correspondência entre as complicações e as variáveis: sexo, idade, diagnóstico médico, tipo de transplante, modelo de cateter, local de inserção e tempo de permanência com o cateter. Método: Estudo retrospectivo, quantitativo, realizado em um hospital de ensino do interior do estado de São Paulo, por meio do prontuário e planilhas de enfermagem de 188 pacientes transplantados entre 2007 e 2011. Foram realizados testes estatísticos de associação (qui-quadrado), de comparação univariada, teste T, para amostras independentes, Mann-Whitney, ANOVA e Kruskal-Wallis, todos ao nível de significância 0,05 e análise de correspondência e técnica multivariada para as variáveis categóricas. Resultados: A maioria dos pacientes era do sexo masculino, idade 40 a 60 anos, casada, trabalhavam na área de serviços gerais, procedentes de cidades do estado de São Paulo e Mato Grosso, atendidos pelo SUS, com diagnóstico de linfoma de Hodgkin, mieloma múltiplo e linfoma não Hodgkin, submetidos ao transplante autólogo. As complicações foram: constipação, diarreia, infecção urinária, infecção respiratória e doença do enxerto contra o hospedeiro, entretanto, a maioria sobreviveu ao transplante e teve alta hospitalar. O Hickman foi o cateter mais utilizado, com permanência média de 47,6 dias. A complicação febre/bacteremia mais incidente em jovens, sexo masculino, com Linfoma não Hodgkin e transplante autólogo, que permaneceram com o cateter por longo período, em veia subclávia. Conclusão: Caracterizar o perfil, identificar o diagnóstico, as complicações decorrentes do tratamento, a situação atual do paciente pós transplante, oferece subsídios aos profissionais de enfermagem na busca de uma prática mais segura. As complicações do cateter e suas relações com idade, sexo, diagnóstico médico, modalidade de transplante, modelo de cateter, tempo médio de permanência e local de inserção, devem ser analisadas considerando o protocolo de condicionamento, que interfere diretamente na ocorrência e agravo das complicações relacionadas ao cateter.
Abstract: Introduction: Hematopoietic Stem Cell Transplantation is a long, complex, and high-cost process, which demands an appropriate hospital infrastructure and a qualified multidisciplinary team. The major cause of morbidity and mortality in transplanted patients is infection. The insertion of a semi-implantable, long-term central venous indwelling catheter poses a risk of complications, such as obstruction, fracture or breakage, migration, infection, and death. Objectives: The aims of the present study were to characterize the patients undergoing hematopoietic stem cell transplantation and to identify complications related to the central venous catheter and to describe the associated complications between the variables (sex, age, diagnosis, kind of transplantation, type of catheter, site of catheter insertion, and the length of time with the catheter. Methods: This was a retrospective, quantitative study conducted at a teaching hospital in inland of São Paulo State. Transplanted patients’ names were retrieved from the medical records and from the nursing forms. Files were reviewed retrospectively. The study involved the analysis of 188 patients’ files from 2007 to 2011. Association between variables was compared using the Chi-square test and the univariate analysis. Continuous variables were compared using Student’s t-test. Independent variables were analyzed using the Mann-Whitney test, Anova and the Kruskal-Wallis test. P = 0.05 was considered statistically significant. We used the correspondence analysis and multivariate technique to analyze the categorical variables. Results: Most patients were married man with age ranging from 40 to 60 years. They worked in general services and came from the cities of São Paulo and Mato Grosso States. They were patients from the Unified Health System (SUS) diagnosed with Hodgkin's lymphoma, multiple myeloma and non-Hodgkin lymphoma undergoing autologous transplantation. The major complications were constipation, diarrhea, urinary tract infection, respiratory infection and graft versus host disease. However, most patients survived the transplant and were discharged. The Hickman catheter was the most used catheter, with a mean length of time with the catheter of 47.6 days. The fever/bacteremia complication was more incident in young males with non-Hodgkin lymphoma and autologous transplantation, who remained with the catheter for a long period in the subclavian vein. Conclusion: Characterizing the patients’ profile, identifying the diagnosis, complications of treatment, the current situation of the post transplanted patients, provide grants to nursing professionals in search of a safer practice with actions related to prevention. Complications of catheter and its relation to age, gender, medical diagnosis, type of transplant, catheter model, mean residence time and insertion site should be analyzed considering the conditioning protocol, which directly affects the occurrence of complications and injury Related catheter.
Palavras-chave: Cateterismo Venoso Central
Catheterization, Central Venous
Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas
Hematopoietic Stem Cell Transplantation
Transplante de Medula Óssea
Bone Marrow Transplantation
Área(s) do CNPq: ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 1
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: Barretta, Lidiane Miotto. Complicações do cateter venoso central em pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoéticas de um serviço especializado. 2014. 60 p. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1231
URI: http://hdl.handle.net/tede/332
Data de defesa: 31-Out-2014
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
lidianemiottobarretta_dissert.pdflidianemiottobarretta_dissert1,95 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.