Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/276
Tipo do documento: Dissertação
Título: Exposição neonatal ao etinilestradiol aumenta o crescimento da próstata ventral e promove a hiperplasia epitelial e inflamação em gerbilos machos adultos
Autor: Falleiros Junior, Luiz Roberto 
Primeiro orientador: Vilamaior, Patricia Simone Leite
Primeiro membro da banca: Fochi, Ricardo Alexandre
Segundo membro da banca: Castiglioni, Lilian
Resumo: A próstata é uma glândula acessória do sistema genital responsável pela produção de um líquido alcalino que garante a capacitação e sobrevivência dos espermatozóides. O seu desenvolvimento ocorre sob influência de um controle androgênico e estrogênico regulado e preciso, de forma que sensíveis interferências podem predispor esta glândula a desenvolver doenças como hiperplasia prostática benigna e câncer durante a vida adulta e senil. A exposição inapropriada a estrógenos exógenos no período de desenvolvimento embrionário e neonatal tem sido relacionada a distúrbios permanentes na morfofisiologia de vários órgãos do sistema reprodutor masculino. Estudos epidemiológicos indicam que homens que foram expostos a componentes estrogênicos durante o desenvolvimento intra-uterino e neonatal apresentaram maior probabilidade de ocorrência de infertilidade e de câncer de testículo e próstata. Até o momento, não é possível afirmar se existem fatores intrínsecos do desenvolvimento que podem predispor a glândula prostática ao desenvolvimento de câncer com a idade. Porém, como a exposição precoce a hormônios esteróides é capaz de alterar permanentemente vários órgãos reprodutivos, torna-se questionável se esses agentes também podem interferir na estrutura e fisiologia prostática. Com base nesses relatos, o objetivo deste estudo foi analisar morfologicamente a próstata ventral de gerbilos adultos expostos ao ethynylestradiol (EE) durante a primeira semana de desenvolvimento pós-natal. Para isso, foram empregados métodos morfológicos, morfométricos-estereológicos, imunohistoquímicos e ultraestruturais. Os resultados obtidos demonstraram que a exposição pós-natal ao EE duplicou o peso do complexo prostático, aumentando a frequência relativa dos compartimentos epitelial e estromal e a atividade secretora no lobo ventral da próstata. Todas as glândulas expostas ao EE apresentaram intensa remodelação estromal, focos de hiperplasia epitelial e de infiltrados inflamatórios intersticiais e intraluminais. Células AR e PCNA-positivas tornaram-se significativamente mais frequentes no epitélio e no estroma. Células ERα-positivas, que foram restritas ao compartimento estromal em próstatas controle, foram frequentemente observadas no epitélio prostático dos animais tratados. O presente estudo demonstrou que a exposição ao EE durante o desenvolvimento pós-natal da próstata ventral pode causar alterações organizacionais na histofisiologia deste órgão, predispondo os indivíduos precocemente a lesões prostáticas. Estes resultados são de grande importância para a saúde pública, visto que o EE tem sido cada vez mais utilizado por mulheres em todo o mundo, e que a bioacumulação deste químico ambiental tem atingido níveis cada vez mais altos nos diferentes ecossistemas.
Abstract: The prostate is an accessory gland of genital system responsible for producing an alkaline liquid which ensures sperm survival and capacitation. Its development occurs under the influence of an androgen and estrogen regulated and precise control, so sensible interferences may predispose this gland to developing diseases such as benign prostatic hyperplasia and cancer during adult and senile life. Inappropriate exposure to exogenous estrogens in embryonic and neonatal development period has been related to permanent disturbances in morphophysiology of various organs of the male reproductive system. Epidemiological studies indicate that men who were exposed to estrogenic compounds during intrauterine and neonatal development had higher probability of infertility and testicular and prostate cancer. Until now, it is not possible to say whether there are intrinsic factors of development that may predispose prostatic gland to the development of cancer with age. However, as early exposure to steroid hormones can permanently alter various reproductive organs, it is questionable whether such agents may interfere in the prostate structure and physiology. Based on these reports, the aim of this study was to analyze morphologically the ventral prostate of adult gerbils exposed to ethynylestradiol (EE) during the first week of prenatal development. To this, we employed morphological, stereological-morphometrical, immunohistochemical and ultrastructural methods. The results showed that the postnatal exposure to EE duplicated the prostatic complex weight, increasing the relative frequency of epithelial and stromal compartments, besides the secretory activity of the ventral lobe of the prostate. All glands exposed to EE showed strong stromal reshuffling and some foci of epithelial hyperplasia and inflammatory infiltrated in both luminal and epithelial or stromal compartments. Cells positive for AR and PCNA increased into the epithelial and stromal tissues. ERα-positive cells, which are normally found into stromal compartment of intact prostates, were frequently observed in the prostatic epithelial of treated animals. This study demonstrated that the exposure to EE during the postnatal development causes histophysiological alterations of this gland, predisposing to the development of prostatic lesions during life. These results are important taking account public health, considering the EE has been largely used by women worldwide. Moreover, the bioaccumulation of this chemical has been increased in different ecosystems.
Palavras-chave: Etinilestradiol
Ethinyl Estradiol
Recém-Nascido
Infant, Newborn
Próstata
Prostate
Gerbillinae
Gerbillinae
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Faculdade 1::Departamento 1
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: Falleiros Junior, Luiz Roberto. Exposição neonatal ao etinilestradiol aumenta o crescimento da próstata ventral e promove a hiperplasia epitelial e inflamação em gerbilos machos adultos. 2015. 74 p. Dissertação (Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 1168
URI: http://hdl.handle.net/tede/276
Data de defesa: 28-Set-2015
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
luizrobertofalleirosjunior_dissert.pdfuizrobertofalleirosjunior_dissert2,79 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.