Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/247
Tipo do documento: Dissertação
Título: Infecções respiratórias por vírus sincicial respiratório em criança de creche.
Autor: Lourenção, Luciano Garcia 
Primeiro orientador: Zanetta, Dirce Maria Trevisan
Primeiro membro da banca: Massad, Eduardo
Segundo membro da banca: Moscardini, Airton Camacho
Resumo: As infecções respiratórias são responsáveis por mais de 25% de todo o atendimento médico pediátrico, ambulatorial e hospitalar. Em torno de 90% dessas infecções estão relacionadas com agentes virais. O Vírus Sincicial Respiratório (VSR) é um importante agente identificado nessas afecções. Esse estudo objetivou estimar a freqüência do VSR em crianças com idade entre 0 e 6 anos com infecção das vias aéreas superiores (IVAS), procedentes de uma creche e associar os dados clínicos e epidemiológicos da IVAS de grau leve com o agente viral. Foi realizado seguimento diário das crianças no período de julho de 2003 a julho de 2004 e investigação virológica para VSR através de Polimerase Chain Reaction (PCR), em secreções nasofaríngeas das crianças que apresentaram sinais de infecção respiratória. Ocorreram 259 episódios de IVAS em 173 crianças. Cento e vinte e duas (70,5%) crianças tinham mais de 2 anos de idade no início do segmento e 94 (54,3%) eram do sexo masculino. O número mensal de episódios variou de 0 a 53. O VSR foi diagnosticado em 27 (10,5%) amostras e foi mais freqüente nos meses de julho a setembro. Os sinais observados nas crianças com infecção por VSR foram coriza em 26 (96,3%) episódios, obstrução nasal em 19 (70,4%), tosse em 15 (55,6%),chiado em 3 (11,1%) e espirro e febre em 2 (7,4%) episódios. O uso de antibióticos ocorreu em 16 (6,2%) episódios de infecção respiratória. Um (3,7%) episódio de infecção por VSR recebeu tratamento com antibiótico. Houve 1 (0,4%) episódio grave que evoluiu para internação. Observou-se uma alta freqüência de VSR entre as crianças com infecções respiratórias leves, principalmente do início do outono ao início da primavera; os sinais mais freqüentes nas infecções por VSR foram tosse, coriza e obstrução nasal; houve associação entre obstrução nasal e infecções por VSR.
Abstract: Respiratory infections account for more than 25% of the whole medical, pediatric, outpatient and hospital services. Around 90% of those infections are related with viral agents. RSV is an important agent identified in those diseases. This study aimed at assessing the frequency of Respiratory Syncytial Virus (RSV) in children aged from 0 to 6 years with upper respiratory infection diseases (URID) from a nursery school, and to associate the clinical and epidemic data of mild degree of URID with the viral agent. The children had a daily follow-up in the period from July 2003 to July 2004, and viral investigation for RSV by means of Polimerase Chain Reaction (PCR), in the children's nasopharyngeal secretions that presented signs of breathing infection. A total of 259 events of URID in 173 children have occurred. A hundred twenty-two (70.5%) children were over 2 years in the beginning of the follow-up and 94 (54.3%) were male. The monthly number of episodes ranged from 0 to 53. RSV was diagnosed in 27 (10.5%) samples, and it was more frequent between the months of July to September. The signs observed in the children with RSV infection were coryza in 26 (96.3%) episodes, nasal obstruction in 19 (70.4%), coughs in 15 (55.6%), wheezing in 3 (11.1%) and sneeze and fever in 2 (7.4%) episodes. Antibiotics were administered in 16 (6.2%) episodes of breathing infection. One (3.7%) infection episode by RSV received treatment with antibiotic. One (0.4%) serious episode had developed for hospitalization. A high frequency of RSV was observed among the children from nursery school with mild breathing infections, mainly from the beginning of the autumn to the spring; the most frequent signs in the infections for RSV were cough, coryza and nasal obstruction; there was association between nasal obstruction and infections by RSV.
Palavras-chave: Pediatria
Infecções Respiratórias
Criança
Creches
Respiratory Syncytial Virus
Breathing Infections
Child
Nursery Schools.
Infecciones del Tracto Respiratorio
Respiratory Tract Infections
Niño
Child
Jardines Infantiles
Child Day Care Centers
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::PEDIATRIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: LOURENÇÃO, Luciano Garcia. Infecções respiratórias por vírus sincicial respiratório em criança de creche.. 2006. 95 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/247
Data de defesa: 26-Out-2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
lucianogarcialourencao_dissert.pdf814,06 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.