Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/245
Tipo do documento: Tese
Título: Análise molecular do gene da conexina 26 em pacientes com deficiênica auditiva sensorioneural não-sindrômica
Autor: Piatto, Vânia Belintani 
Primeiro orientador: Maniglia, José Victor
Primeiro membro da banca: Sartorato, Edi Lúcia
Segundo membro da banca: Goloni-bertollo, Eny Maria
Terceiro membro da banca: Oliveira, José Antonio Apparecido de
Quarto membro da banca: Souza, Dorotéia Rossi Silva
Resumo: Mutações no gene que codifica a proteína conexina 26 têm contribuído para a maioria das deficiências auditivas pré-lingual, sensorioneural não-sindrômicas recessivas. Uma mutação específica, a 35delG, é a mais freqüente das mutações detectadas no gene GJB2 nos vários grupos étnicos estudados. O objetivo foi determinar a prevalência de mutações no gene GJB2 em pacientes com deficiência auditiva sensorioneural não sindrômica, do Serviço de Otorrinolaringologia da FAMERP, em São José do Rio Preto, SP. Trinta e três casos-índice foram avaliados por exames fisico e complementares para excluir formas sindrômicas e causas ambientais da deficiência auditiva e, pela reação em cadeia da polimerase alelo-específico (AS-PCR) para a detecção da mutação 35delG. Os pacientes heterozigotos para a mutação 35delG e aqueles que não tiveram a mutação detectada foram submetidos, posteriormente, ao PCR para detecção da mutação A(GJB6-D 1381830) e ao sequenciamento automático direto para análise da região codificante do gene GJB2. A mutação 35delG foi detectada em 27,3% dos casos-índice (9/3 3) ou em 2 1,2% dos alelos (14/66). A mutação A(GJB6-DI3SI 830) foi encontrada em um (3,0%) caso-índice heterozigoto 35delG. O seqüenciamento direto nos casos-índice heterozigotos identificou um paciente (3,0%) com as mutações 35delG/V3 71. As mutações no gene GJB2 são responsáveis por mais de um quarto das deficiências auditivas sensorioneural não-sindrômica na população do estudo e, o teste PCR alelo-específico (AS-PCR) é um método fácil para rastreamento da mutação 35delG e os resultados positivos podem estabelecer o diagnóstico etiológico e aconselhamento genético nos pacientes afetados.
Palavras-chave: Deficiência Auditiva
Análise Molecular
Conexina 26
Conexinas
Conexinas
Connexins
Surdez
Sordera
Deafness
Mapeamento Cromossômico
Mapeo Cromosómico
Chromosome Mapping
Proteínas de Membrana
Proteínas de la Membrana
Membrane Proteins
Biologia Molecular
Biología Molecular
Molecular Biology
Perda Auditiva Neurossensorial
Pérdida Auditiva Sensorioneural
Sensorineural Hearing Loss
Transtornos da Audição
Trastornos de la Audición
Hearing Disorders
Variação (Genética)
Variación (Genetica)
Variation (Genetics)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: PIATTO, Vânia Belintani. Análise molecular do gene da conexina 26 em pacientes com deficiênica auditiva sensorioneural não-sindrômica. 2003. 110 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/245
Data de defesa: 28-Nov-2003
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
vaniapiatto_tese.pdf1,45 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.