Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/240
Tipo do documento: Tese
Título: Síndrome hepatopulmonar (SHP): estudo prospectivo para avaliar a progressão da hipoxemia em pacientes candidatos ao transplante de fígado
Autor: Melo, Elisabete de 
Primeiro orientador: Silva, Rita de Cássia Martins Alves da
Primeiro membro da banca: Silva, Renato Ferreira da
Segundo membro da banca: Matos, Angelo
Terceiro membro da banca: Coelho, Henrique Sérgio Moraes
Quarto membro da banca: Lobo, Suzana Margareth Ajeje
Resumo: A síndrome hepatopulmonar (SHP) é causada por dilatação anormal da vasculatura intrapulmonar (DVP) em indivíduos com doença hepática, tendo como consequência graus variados de hipoxemia arterial. A hipoxemia grave aumenta a morbimortalidade em candidatos a transplante de fígado, e sua progressão na história natural da SHP não é bem conhecida. O objetivo deste estudo é determinar a probabilidade de desenvolvimento de hipoxemia (Pa02 <70mmHg) em pacientes com DVP em lista de espera para o transplante de fígado, em um período de dois anos. Foram estudados prospectivamente 32 pacientes com DVP (GI), detectada pela ecocardiografia com contraste e a Pa02 foi medida ao início, aos 12 e aos 24 meses do estudo. Como grupo controle (GII), foram incluídos 11 pacientes sem DVP. Os testes t de Student e exato de Fisher foram usados para comparação dos resultados. A curva de Kaplan-Meier foi empregada para verificar a probabilidade de hipoxemia nos dois grupos. A média da Pa02 aos 12 e 24 meses foi significativamente menor no GI quando comparada ao GII (84,6±14,8mmHg vs 95,7±7,3mmHg; p=0,003 e 78,5±19,0mmHg vs 88,7±7,1mmHg; p=0,036, respectivamente). No GI há evidência de que a média dos valores da Pa02 aos 24 meses é menor do que a média basal (78,5±18,9 vs 94,0±14,9; p=0,001). A razão estimada para o aparecimento da hipoxemia foi aproximadamente 10%±5% aos 12 meses e 28%±10% aos 24 meses (Curva Kaplan-Meier), para o GI. A média da variação da Pa02 no GI foi de 4,6&#61617;13,4mmHg aos 12 meses e de 15,5&#61617;15,5mmHg aos 24 meses. Nenhum paciente apresentou hipoxemia nem DVP no GII durante o período de estudo. Os parâmetros: idade, Child-Pugh, tabagismo, Pa02 e PaC02 iniciais, não identificaram os indivíduos com DVP que desenvolveram hipoxemia em dois anos de observação. Conclui-se que: Demonstramos o curso progressivo da SHP, mesmo em condições subclínicas; O risco estimado para hipoxemia em portadores de DVP foi de pelo menos 30% em dois anos; A identificação precoce do aparecimento da hipoxemia pode levar a um melhor entendimento da história natural da SHP e ser útil para a otimização da indicação do transplante de fígado e obtenção de melhores resultados.
Abstract: Hepatopulmonary syndrome (HPS), caused by abnormal intrapulmonary vasodilatation (IPVD), when associated with severe hypoxemia has been related to increased morbid-mortality in liver transplant candidates. The progression of hypoxemia in cirrhotic patients with IPVD is not well known. The aim of this study is to determine the probability of developing hypoxemia (Pa02 <70mmHg) in IPVD patients waiting for liver transplantation over two years. Thirty-two transplant candidates with IPVD detected by contrast-enhanced echocardiography (GI) were prospectively studied and the Pa02 of then was measured at the start and at the end of 12 and 24 months. Eleven patients without IPVD were taken as control group (GII). Paired t test showed that mean Pa02 was significantly lower at 24 months compared with basal mean at GI (78,5 ± 18,9 vs 94,05 ± 14,9; p=0,001). GI patients had significantly lower mean Pa02 at 12 months (84,6 ± 14,8 vs 95,7 ± 7,3; p=0,003) and at 24 months (78,5 ± 19,0 vs 88,7 ± 7,1; p=0,036) compared with GII patients. The Kaplan-Meier estimated ratio for the appearance of hypoxemia was approximately 10% ±5% at 12 months and 28% ± 10% at 2 years. The mean variation for Pa02 in GI patients was 4,6±13,4mmHg at 12 months and 15,5±15,5mmHg at the end of two years. There was no appearance of either hypoxemia or IPVD in GII patients. The variables: age, Child-Pugh score, smoking habit, pré-transplant Pa02 and PaC02 values did not discriminated patients who presented hypoxemia during the period of two years study. In conclusion, we demonstrate prospectively the progressive course of HPS, even on it s subclinical stage; the estimated risk for the appearance of hypoxemia in patients with IPVD was at least 30% at the end of 2 years. The identification of the early appearance of hypoxemia can lead to a better understanding of the hepatopulmonary syndrome natural history and may be helpful to optimize timing and to predict the outcomes of liver transplantation.
Palavras-chave: Síndrome Hepatopulmonar
Hipoxemia
Transplante de Fígado
Progressão
Hepatopulmonary Syndrome
Hypoxemia
Liver Transplantation
Natural History
Progression
Gastroenterologia
Gastroenterology
Anoxemia
Trasplante de Hígado
Liver Transplantation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CIRURGIA::CIRURGIA GASTROENTEROLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: MELO, Elisabete de. Síndrome hepatopulmonar (SHP): estudo prospectivo para avaliar a progressão da hipoxemia em pacientes candidatos ao transplante de fígado. 2006. 65 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/240
Data de defesa: 14-Ago-2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
elisabetemelo_tese.pdf1,09 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.