Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/230
Tipo do documento: Tese
Título: Anticorpos antieritrocitários: prevalência e especificidade em transplantados renais, doadores de sangue e pacientes com insuficiência renal crônica.
Autor: Angulo, Ivan de Lucena 
Primeiro orientador: Lima, édimo Garcia de
Primeiro membro da banca: Coutinho, Vicente
Segundo membro da banca: Leite, Amari A.
Terceiro membro da banca: Goloni-bertollo, Eny Maria
Quarto membro da banca: Moreira, Haroldo Wilson
Resumo: Estudamos a prevalência e especificidade de anticorpos antieritrocitários em transplantados renais, doadores de sangue e pacientes portadores de insuficiência renal crônica, hemodialisados e politransfundidos. Encontramos diferenças entre os grupos. Os transplantados, compatíveis ABO/Rh com doador, apresentaram prevalência elevada em comparação com outros imunossuprimidos, tinham predominatemente anticorpos naturais, possivelmente devidos a estímulos bacterianos, e poderiam estar sendo estimulados pela imunossupressão. Os anticorpos de origem imune encontrados têm importância clínica transfusional e obstétrica. Auto-anticorpos, encontrados todos no subgrupo usando ciclosporina-A, fazem supor ação desta droga na formação de auto-imunidade. Os doadores de sangue, com prevalência semelhante a de outros trabalhos descritos na literatura, mostraram equivalência entre anticorpos de origem natural e imune. A exposição a antígenos se deu possivelmente na gravidez, pois a maioria dos portadores de anticorpos imunes de nossa região é do sexo feminino e nenhum foi transfundido há menos de 10 anos. Em hemodialisados, na sua maioria do sexo feminino, predominam os anticorpos imunes. Quanto ao anti-N encontrado, supomos não se tratar de anti-N- like ou -Nf, pelo fato de não ser utilizado formaldeído na assepsia das membranas hemodialíticas reutilizáveis. Utilizando técnicas mais sensíveis e específicas poderemos aprofundar nossos conhecimentos sobre a resposta a antígenos de grupos sanguíneos em pessoas aparentemente sadias e imunossuprimidas, conforme as vias de sensibilização (transfusão ou gravidez).
Abstract: A quite different pattern of antierythrocytic antibodies was found in kidney-transplant recipients, normal blood donors and chronic renal failure patients undergoing hemodialysis and multitransfused. Kidney transplants with the same donor s ABO/Rh blood groups have low prevalence of antierythrocytic antibodies of immune type. As they are not transfused, may be exposed to fetal antigens during pregnancy. Natural antibodies could be raised by bacterial estimulus enhanced by immunosupression. Autoantibodies were found in those receiving cyclosporin, perhaps as a feature of autoimmunity by the drug. Normal blood donors have the same prevalence of natural and immune-type antibodies. Women predominate and as they were not transfused, pregnancy was the most probable stimulus again. CRF patients in São José do Rio Preto are aloimmunized against red cell antigens less frequently than other studies and have no anti-N like or -Nf, as they are not exposed to formaldehyde. Women with antibodies of immune type predominate again, probably stimulated by fetal antigens. More sensitive and specific methods will help us understand antierythrocytic antibodies production under exposure to blood group antigens in healthy and immunossupressed people under different stimulus.
Palavras-chave: Transplantes renais
Doadores de sangue
Transplante de rim
Trasplante de Rinón
Kidney Transplantion
Dinadores de Sangre
Blood Donors
Insuficiência Renal
Renal Insufficiency
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::HEMATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: ANGULO, Ivan de Lucena. Anticorpos antieritrocitários: prevalência e especificidade em transplantados renais, doadores de sangue e pacientes com insuficiência renal crônica.. 1997. 95 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 1997.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/230
Data de defesa: 15-Dez-1997
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ivanangulo_tese.pdf260,08 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.