Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/214
Tipo do documento: Dissertação
Título: Eventos adversos e motivos de descarte relacionados ao reuso dos produtos médico-hospitalares em pacientes submetidos a angioplastia coronária.
Autor: Baptista, Margarete ártico 
Primeiro orientador: Godoy, Moacir Fernandes de
Primeiro membro da banca: Paschoal, Vânia Del´arco
Segundo membro da banca: Damiano, Valquíria Barco
Resumo: O reuso dos produtos médico-hospitalares é uma prática realizada por vários países. Os cateteres de hemodinâmica que são empregados para os exames de diagnósticos e intervenções cardíacas como a angioplastia coronária, são os mais reutilizados. As dificuldades técnicas para o reprocessamento dos produtos e os eventos adversos são questões importantes para quem decide pela reutilização desses produtos. Objetivos: Descrever os eventos adversos apresentados pelos pacientes durante e após a angioplastia coronária, possivelmente relacionadas ao reuso dos produtos médico-hospitalares além de quantificar e identificar os motivos de descarte dos produtos em relação ao primeiro uso e ao reuso. Casuística e Método: Foram estudados 60 pacientes submetidos a angioplastia coronária. Deste grupo 33 (55%) eram homens. A idade variou de 42 a 88 anos, com média e desvio padrão de 63 ± 10 anos. De acordo a anamnese 22 (36,7%) apresentavam hipertensão arterial e 10 (16,7%) tinham diabetes. Deste grupo 15 (25%) eram fumantes e 8 (13,3%) eram etilistas. Dos 60 pacientes, 29 (48,3%) apresentavam angina instável, 27 (45%) IAM e 4 (6,6%) outros diagnósticos. Durante o procedimento e na permanência na Unidade Intensiva Coronariana (UCOR), foram observadas as ocorrências dos eventos adversos, febre, hipertensão, hipotensão, calafrios, sudorese, sangramento, náuseas e vômitos, apresentados pelos pacientes. Foram avaliados, sete produtos médico-hospitalares, introdutor, cateter guia, fio guia 0.35, fio guia 0.014, cateter balão para angioplastia, seringa com manômetro para insuflar balão (indeflator) e torneirinha de 3 vias descartável (manifold), sendo 76 de primeiro uso e 410 reprocessados. Verificou-se se os mesmos foram descartados antes ou durante o procedimento e quais os motivos que levaram a esses descartes. As variáveis categóricas foram analisadas com o auxilio do teste Qui Quadrado. As variáveis quantitativas discretas foram analisadas com o auxilio de teste não paramétrico (Mann-Whitney). Foi admitido erro alfa de 5%. Resultados: Os resultados evidenciaram que 26 (43,3%) dos pacientes apresentaram eventos adversos. A hipotensão foi o evento adverso mais relevante clinicamente e ocorreu em 11(18,3%) dos pacientes. Não houve, porém, significância estatística entre o evento adverso hipotensão e o reuso dos produtos médico-hospitalares. Foram descartados 4 produtos de primeiro uso e 80 dos reutilizados. Por não estarem íntegros, foram descartados 3 produtos de primeiro uso e 55 produtos dos reutilizados. Destaca-se que todas as seringas de insuflar balão, que foram descartadas, o foram por esse motivo. Conclusões: Os eventos adversos apresentados pelos pacientes submetidos à angioplastia não estão associados ao reuso dos produtos médico-hospitalares. A integridade e funcionalidade foram os motivos principais de descartes dos produtos médico-hospitalares.
Abstract: The reuse of health care products [medical and supply hospital products] is a practice carried out by several countries. The hemodynamic catheters, which are used for diagnosis examination and cardiac procedures, such as coronary angioplasty, are the most reutilized ones. The technical difficulties to reprocess the products and the adverse events are important issues for those who decide for the reutilization of these products. Objectives: To describe the adverse events presented by the patients during and after the coronary angioplasty possibly related to the reuse of health care products [medical and supply hospital products], and to quantify and identify the reasons to discard the products in relation to both the first use and to the reuse. Casuistic and Method: Of 60 patients who were submitted to coronary angioplasty, 33 (55%) were men. The age ranged from 42 to 88 years-old, 63 ± 10 years [mean ± SD]. According to the anamnesis, 22 patients (36.7%) presented hypertension, and 10 (16.7%) had diabetes. Of this group, 15 patients (25%) were smokers, and 8 (13.3%) were alcoholics. Of the 60 patients, 29 (48.3%) presented unstable angina, 27 (45%) had AMI (acute myocadial infarction), and 4 (6.6%) other diagnoses. During the procedure and the permanence in the Intensive Care Unit (ICU) the occurrences of adverse events, such as fever, hypertension, hypotension, chills, sudoresis, bleeding, nausea, and vomit presented by the patients have been observed. Seven medical devices have been evaluated: introductor, guiding catheter, guidewire 0.35, guidewire 0.014, balloon catheter for angioplasty, a syringe with manometer to insufflate the balloon (indeflator), and a three-way (3) stopcock (manifold). Of these, 76 were first-use products and 410 reprocessed products. It was verified if the same products were discarded before or during the procedure, and which were the reasons that led these products to be discarded. The categorical variables have been analyzed with the chi-square test (χ2 test). The discrete quantitative variables have been analyzed with a nonparametric statistical test for ordinal data (Mann-Whitney test). A type I error of 5% was admitted. Results: The results have highlighted that 26 patients presented adverse events. Hypotension was the most clinically significant adverse event and occurred in 11 (18.3%) of the patients. There was not, however, a statistical significance between the hypotension adverse event and the reuse of the products. Four first-use products and 80 reused products have been discarded. Three first-use products and 55 reused products have been discarded because they were damaged. We want to emphasize that all the syringes used to insufflate the balloon, which have been discarded, have been so for this reason. Conclusions: The adverse events presented by the patients submitted to angioplasty are not related to the reuse of the health care products. The medical devices integrity and functionality have been the main reason of the discards.
Palavras-chave: Eventos Adversos
Produtos Médico-Hospitalares
Uso único
Reuso
Adverse Events
Medical Devices
Single Use
Reuse
Reutilização de Equipamento
Equipo Reutilizado
Equipment Reuse
Angioplastia
Angioplasty
Equipamentos Descartáveis
Equipos Desechables
Disposable Equipment
Equipamentos e Provisões
Equipos y Suministros
Equipment and Supplies
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: BAPTISTA, Margarete ártico. Eventos adversos e motivos de descarte relacionados ao reuso dos produtos médico-hospitalares em pacientes submetidos a angioplastia coronária.. 2006. 77 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/214
Data de defesa: 17-Mai-2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
margareteartico_dissert.pdf606,86 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.