Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/188
Tipo do documento: Tese
Título: Associação da disfunção temporomandibular com o polimorfismo 102T-C do gene do receptor da serotonina HTR2A
Autor: Freitas, Luciana Secches de 
Primeiro orientador: Maniglia, José Victor
Primeiro coorientador: Piatto, Vânia Belintani
Primeiro membro da banca: Fernandes, Ana Regina Chinelato
Segundo membro da banca: Marchi, Nely Silvia Aragão de
Terceiro membro da banca: Molina, Fernando Drimel
Quarto membro da banca: Mattos, Luiz Carlos de
Resumo: Introdução: A serotonina é um importante neurotransmissor no sistema nervoso central. Tem sido sugerido que a disfunção serotoninérgica é responsável pela fisiopatologia da disfunção temporomandibular (DTM). Polimorfismos no gene HTR2A podem alterar o número de receptores do sistema serotoninérgico, ocasionando a dor nociceptiva e hiperalgesia na DTM. Objetivo: Determinar a prevalência do polimorfismo 102T-C no gene HTR2A em pacientes com e sem DTM. Casuística e Método: Estudo em corte transversal no qual foram avaliados 100 pacientes como casos-índice e 100 indivíduos como controles, de ambos os gêneros. O DNA foi extraído dos leucócitos do sangue periférico e o local que abrange o polimorfismo foi amplificado por PCR-RFLP. Resultados: O gênero feminino foi significativamente maior nos casos do índice em comparação com o grupo controle (p <0,05). O genótipo CC do polimorfismo 102T-C foi mais frequente em pacientes com DTM em comparação aos controles (OR: 2,25 IC 95%: 1,13-4,46, p<0,05). Conclusões: O polimorfismo 102T-C no gene HTR2A está associado à DTM na população estudada.
Abstract: Introduction: Serotonin is an important neurotransmitter in the central nervous system. It has been suggested that serotoninergic dysfunction mediates the pathophysiology of temporomandibular dysfunction (TMD). Polymorphisms in HTR2A gene can alter the number of receptors in the serotoninergic system, causing nociceptive pain and hyperalgesia in the TMD. Objective: The aim of this study is to determine the prevalence of the 102T-C polymorphism of HTR2A in patients with and without TMD. Casuistic and Method: This cross-sectional study examined 100 patients as index cases and 100 persons as controls, of both genders. DNA was extracted from peripheral blood leukocytes, and the site that encompassed the polymorphism was amplified by PCR-RFLP. Results: There were significantly more females among index cases compared with the control group (p<0.05). The CC genotype of the 102T-C polymorphism was more frequent in patients with TMD versus controls (OR: 2.25; CI 95%: 1.13-4.46; p<0.05). Conclusions: The 102T-C polymorphism of HTR2A gene is linked to TMD in the studied population.
Palavras-chave: Disfunção temporomandibular
Serotonina
Gene HTR2A
Polimorfismo
Temporomandibular dysfunction
Serotonin
HTR2A gene
Polymorphism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: FREITAS, Luciana Secches de. Associação da disfunção temporomandibular com o polimorfismo 102T-C do gene do receptor da serotonina HTR2A. 2011. 83 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/188
Data de defesa: 8-Set-2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
lucianasecchesdefreitas_tese.pdf1,29 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.