Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/143
Tipo do documento: Tese
Título: Análise crítica multilíngue da terminologia anatomomédica: proposições para uso.
Autor: Werneck, Alexandre Lins 
Primeiro orientador: Batigália, Fernando
Primeiro membro da banca: Braile, Domingo Marcolino
Segundo membro da banca: Sakuno, Telma
Terceiro membro da banca: Cabral, Richard Halti
Quarto membro da banca: Souza, Dorotéia Rossi Silva
Resumo: A Terminologia é aplicada em Ciências da Saúde na discussão de relatos de casos ou na publicação de artigos científicos. O conhecimento da Anatomia Humana permite compreender termos médicos, e o refinamento da Terminologia Médica possibilita melhor comunicação anatomomédica em nível altamente técnico. Grande parte das publicações científicas em Anatomia e Medicina encontra-se somente em língua inglesa, e a maioria dos dicionários ou dos recursos de busca disponíveis não apresenta especificidade para explicitar ocorrências anatomomédicas, terminológicas ou anatomolinguísticas. Objetivo: Analisar a linguagem anatomédica e a abordagem anatomolinguística das inadequações da Tradução, com base nas Terminologias Anatomicas Internacionais multilíngues (inglês-português-espanhol, a partir de radicais grecolatinos), compilando uma lista de termos anatômicos usualmente empregados em todas as especialidades e subespecialidades da Área da Saúde. Analisar os Epônimos, sua inadequações e imprecisões, bem como sua importância para a Historia da Medicina. Material e Método: Todos os termos foram cuidadosamente selecionados, assim como seus equivalentes linguísticos-semânticos para a compilação de um corpus anatômico, a partir da inclusão de vocábulos presentes nas Terminologias Anatômicas Oficiais em línguas inglesa, portuguesa e espanhola, bem como termos oficiais alternativos que ocasionem erros de terminologia ou de tradução anatomomédicas. A adequação às necessidades da pesquisa terminológica temática e o grau de confiabilidade tradutológica foram determinados a partir da especificidade da Terminologia frente à Semântica, e por levantamento criterioso extenso de todos os termos utilizados por especialistas em periódicos, sites e compêndios em Anatomia Humana. Resultados: Duas listas referenciais, uma com 7.683 termos anatômicos oficiais e oficiais alternativos em línguas inglesa, portuguesa e espanhola, bem como seus radicais grecolatinos foram compiladas. A segunda lista é composta de 424 Epônimos oficiais reconhecidos pelas Terminologias Anatômicas Internacionais. Para facilitar a compreensão do leitor, colocamos os Epônimos em inglês, português e espanhol e logo a seguir, as estruturas relacionadas, usando para tanto os radicais grecolatinos e as respectivas estruturas anatômicas em inglês-português-espanhol. Conclusões: A compilação anatômica multilíngue de termos oficiais e oficiais alternativos, assim como a compilação dos epônimos usados nas Terminologias Anatomicas Internacionais em comparação com a Terminologia Anatômica Brasileira, visa reduzir o risco de ambiguidades, incoerências, inutilidades e repetições, assim como a tradução de equivalentes linguísticos em Nomenclatura direcionada às Ciências da Saúde, ao priorizar a inclusão de termos oficiais e oficiais alternativos comumente utilizados, a partir de radicais grecolatinos. Esforços em compilar, interpretar, adequar e padronizar listas de termos utilizados em livros, periódicos e sites sobre Anatomia Humana promovem oportunidades de discussão acadêmica, esclarecimento conceitual e atualização científica a estudantes ou profissionais das áreas da Saúde ou da Tradução.
Abstract: Terminology and Lexicography have been especially addressed to the Allied Health Sciences regarding discussion of case reports or concerning publication of scientific articles. The knowledge of Human Anatomy enables the understanding of medical terms and the refinement of Medical Terminology makes possible a better anatomicomedical communication in a highly technical level. Most of the scientific publications in both Anatomy and Medicine are found only in English and most of dictionaries or search resources available do not have specificity enough to explain anatomicomedical, terminological, or lexicographical occurrences. Objective: To design and produce a Multilingual (English-Portuguese-Spanish, derived from Greek or Latin roots), Terminological Dictionary in Cardiological Anatomy expressed by a list of English anatomicomedical terms in common usage in Cardiology subspecialties addressed to medical students or other allied health sciences professionals, and to translators working in this specific field. Material and Methods: Terms, semantical and grammatical components were carefully selected to compose an anatomicocardiological corpus from the inclusion of words present in the Official Anatomical Terminologies (English-Portuguese-Spanish), as well as the alternative official terms commonly used, which lead to terminology or translation misunderstanding often being a source of anatomicomedical confusion. The adequacy to the thematic terminological research requests and the translation reliability level were settled from the Terminology specificity in contrast to the Semantics, as well as from a peer survey of the main terms used by national and international experts in specialized journals, Internet sites, and from text-books on Human Anatomy, Cardiology, and Thoracic Surgery (Pediatric and Adult). Results: A list with 508 anatomicocardiological terms in English, Portuguese, and Spanish language was composed. It was also determined the number of official terms, alternative official versus non-official terms quoted in the selected sources. Conclusions: The working up of a Multilingual Terminological Dictionary reduces the risk of ambiguities, inconsistencies, inutilities, and repetitions concerning the Nomenclature addressed to the Allied Health Sciences by prioritizing the inclusion of official technical terms and a judicious selection of commonly used terms from Greek or Latin roots. Efforts to put together and standardize lists of terms used in text-books, medical journals and Internet sites regarding Human Anatomy provide opportunities of scientific debate, conceptual enlightenment, and scientific update to students or professionals of the Allied Health Sciences or translators.
Palavras-chave: Anatomia
Multilíngue (I/P/E) Terminologia Anatomédica
Grego-Latim-Inglês-Português-Espanhol
Terminologia Anatômica
Tradução
Anatomy
Multilingual
Anatomomedical terminology
Greek-Latin-English-Portuguese-Spanish
Terminologia Anatomica. Translation
Anatomia
Anatomía
Anatomy
Tradução
Traducción
Translating
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: WERNECK, Alexandre Lins. Análise crítica multilíngue da terminologia anatomomédica: proposições para uso.. 2012. 8 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São Josédo Rio Preto, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/143
Data de defesa: 28-Fev-2012
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
alexandrewernwck_tese.pdf83,66 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.