Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/tede/124
Tipo do documento: Tese
Título: Abordagem gradativa para definição da ponta nasal.
Autor: Patrocinio, Lucas Gomes 
Primeiro orientador: Maniglia, José Victor
Primeiro membro da banca: Molina, Fernando Drimel
Segundo membro da banca: Fernandes, Atílio Maximino
Terceiro membro da banca: Dolci, José Eduardo Lutaif
Quarto membro da banca: Mocellin, Marcos
Resumo: A falta de definição da ponta nasal é uma das queixas mais frequentes dos pacientes durante as consultas para rinoplastia. Devido à multiplicidade e complexidade de deformidades da ponta nasal, nenhuma técnica isolada é suficiente para corrigir adequadamente as numerosas variações anatômicas. Logo, necessita-se uma abordagem gradativa para definição da ponta nasal que permita ao cirurgião corrigir deformidades mais simples utilizando técnicas conservadoras, reservando as técnicas mais complexas para maiores deformidades da ponta. Objetivo: Apresentar uma abordagem gradativa para definição da ponta nasal, baseada em características anatômicas, e avaliá-la através dos resultados e das complicações em rinoplastias realizadas a partir da adoção desta abordagem. Casuística e Métodos: De janeiro de 2003 a dezembro de 2006 foram realizadas 1.152 rinoplastias, sendo que 641 (55,6%) pacientes se enquadraram nos critérios para este estudo. Foram excluídos os pacientes com seguimento pós-operatório menor que um ano ou falta de dados e/ou fotografia pós-operatórios. Os resultados foram avaliados através da comparação das fotografias pré e pós-operatórias. Os prontuários foram revisados para determinar a satisfação dos pacientes, as complicações e as revisões cirúrgicas. Os pacientes foram agrupados em 7 grupos, de acordo com a técnica cirúrgica empregada: (1) Nenhuma cirurgia na ponta nasal; (2) Divulsão interdomal; (3) Ressecção cefálica; (4) Sutura domal; (5) Enxerto em escudo; (6) Divisão vertical dos domus; (7) Reconstrução das cartilagens alares maiores. Resultados: Foram avaliados 641 pacientes, sendo 435 (67,8%) do sexo feminino e 206 (32,2%) do sexo masculino, com idade média de 25,2 ± 8,9 anos, seguidos por em média 1,5 anos. Na avalição pós-operatória, assimetria da ponta estava presente em 28 (4,4%) pacientes. Ponta nasal persistentemente larga foi encontrada em 34 (5,3%) pacientes. Nenhum paciente apresentou afinamento excessivo da ponta nasal. A taxa de revisão para todos os pacientes, para melhorar a definição da ponta, foi de 5,6%. A taxa de satisfação global dos pacientes com relação à definição da ponta nasal foi de 95,6%. Conclusões: A abordagem gradativa para definição da ponta nasal que apresentamos no presente estudo demonstrou resultados excelentes e uma alta taxa de satisfação dos pacientes, com uma baixa taxa de revisão. Confirma-se que a definição da ponta nasal pode ser alcançada com resultados previsíveis e que as manobras cirúrgicas devem ser selecionadas com base em características anatômicas.
Abstract: Width of the nasal tip is a frequent complaint during consultations for rhinoplasty. Due to the multiplicity and complexity of nasal deformities, no single technique can correct the numerous anatomic presentations of the nasal tip. Therefore, one must use a graduated approach to the refinement of the nasal tip that allows the surgeon to correct small deformities with conservative techniques whereas aggressive techniques are used to greater deformities. Objectives: To present a graduated approach to refinement of the nasal tip, based on anatomic features, and analyze the outcomes and complications of rhinoplasties performed following this approach. Casuistic and Methods: A retrospective evaluation of charts of 1.152 patients undergoing rhinoplasty (January 2003 to December 2006) was performed, and 641 patients (55,6%) fulfilled criteria for our study. Exclusion criteria were follow-up of less than one year or lack of data and/or post-operative photograph. Outcomes were assessed by comparing results of pre-operative and last follow-up photographs. Patients satisfaction, complications, and rates of revision were recorded. Cases were allocated into seven groups, depending on the surgical technique employed: (1) No surgery on the nasal tip; (2) Interdomal breakup; (3) Cephalic trim; (4) Domal suture; (5) Shield-shaped graft; (6) Vertical dome division; (7) Replacement of lower lateral cartilages. Results: Of the 641 patients in the study, 435 (67,8%) were female and 206 (32,2%) were male. Average age was 25,2 ± 8,9 years. Mean follow-up period was 1,5 years. An asymmetric tip was present in 28 patients (4,4%). At the post-operative evaluation, persistent width of interdomal space was found in 34 (5,3%). No patient presented overnarrowing of interdomal space. The combined rate of surgical revision to enhance refinement of the tip was 5,6%. Patient s satisfaction rate was 95,6%. Conclusions: This graduated approach to refinement of the nasal tip has shown excellent outcomes, a high rate of patients satisfaction, and a low rate of revision. We validate that definition of the nasal tip can be achieved with predictable outcomes and that surgical maneuvers should be selected based on anatomic features.
Palavras-chave: Deformidades Adquiridas Nasales
Cirugía Plástica
Rinoplastia
Deformidades Adquiridas Nasais
Cirurgia Plástica
Estética
Rhinoplasty
Nose Deformities, Acquired
Surgery, Plastic
Esthetics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CIRURGIA::CIRURGIA OTORRINOLARINGOLOGICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: PATROCINIO, Lucas Gomes. Abordagem gradativa para definição da ponta nasal.. 2009. 84 f. Tese (Doutorado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São Josédo Rio Preto, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/124
Data de defesa: 19-Out-2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
lucasgpatrocinio_tese.pdf5,99 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.