???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/105
Tipo do documento: Dissertação
Título: Pesquisa da ancestralidade genômica em população da amazônia ocidental brasileira
Autor: Furlani, Natália Guelfi 
Primeiro orientador: Rossit, Andrea Regina Baptista
Primeiro coorientador: Lisoni, Flávia Cristina Rodrigues
Primeiro membro da banca: Pavarino-bertelli, érika Cristina
Segundo membro da banca: Ravazzi, Lilian Madi
Resumo: A população brasileira é formada majoritariamente por três populações parentais: Nativos Americanos, Europeus e Africanos. Níveis significativos de miscigenação tri-híbrida já foram detectados em todas as regiões e níveis sócio-econômicos do País. Métodos estatísticos recentes aliados à possibilidade de genotipagem de um grande número de marcadores permitem estimar a miscigenação em nível individual. Em estudos epidemiológicos com desenho de caso-controle, a heterogeneidade étnica entre estas categorias pode produzir resultados falso-positivos. Por este motivo, para este tipo de estudo, é importante estudar a miscigenação individual, assim como avaliar como a miscigenação neste nível influencia a estrutura genética dos diferentes subgrupos das populações brasileiras. O controle do efeito da miscigenação, para evitar as associações espúrias em estudos do tipo caso-controle pode ser feito estudando Marcadores Informativos de Ancestralidade (MIAs), os quais apresentam grandes diferenças de freqüência entre as populações parentais. Este conhecimento poderá contribuir para a futura definição dos níveis de estruturação populacional em grupos e subgrupos que constituirão alvo de estudos epidemiológicos, permitindo a otimização dos mesmos, a fim de evitar resultados falso-positivos. Dentre estes grupos, são de particular relevância estudos que abordem os fatores genéticos que modulam a suscetibilidade à malária em regiões onde a população se encontra exposta em nível endêmico como, por exemplo, a que reside no município de Porto Velho (RO) e região. Objetivos: a) descrever a ancestralidade genômica individual Ameríndia, Européia e Africana em indivíduos sadios e portadores de malária por Plasmodium falciparum da cidade de Porto Velho, RO (Amazônia Ocidental), Brasil, e avaliar seu impacto no desenho de estudos epidemiológicos e b) determinar, a partir dos marcadores genotipados, a estrutura genética das populações de portadores de malária falciparum e indivíduos sadios da mesma região, em função dos níveis de miscigenação.
Abstract: The Brazilian population is mainly composed of three parental populations: Native Americans, Europeans and Africans. Significant levels of tri-hybrid admixture have been detected in all regions and socioeconomic levels within the country. Recent statistical methods allied to the ability to genotype a large number of markers permit the estimate of the admixture at the individual level. In epidemiological studies with case-control design, ethnic heterogeneity between subgroups can produce false positive results. Therefore, for this type of study, it is important to evaluate individual admixture, as well as to measureits influence on the genetic structure of diverse subgroups within the Brazilian populations. Ancestry Informative Markers (AIMs), which frequencies show large differences between parental populations are suitable for tracking the effect of mixing, in order to avoid spurious associations in case control studies. This knowledge could help to further define the levels of population structure in groups and subgroups that constitute the subject of epidemiological studies, optimizing their designto avoid false positive results. Among these groups are particularly relevant studies addressing genetic factors that modulate susceptibility to malaria in regions where the population is exposed to endemic levels, for example, those residing in the municipality of Porto Velho (RO), Brazilian amazon region and surroundings. Objectives: a) to describe the Amerindian, European and African individual genomic ancestry in healthy individuals and patients with falciparum malaria in Porto Velho, RO (Western Amazonia) and assess its impact on the design of epidemiological studies and b) to determine, from the genotyped markers, the genetic structure of populations of falciparum malaria patients and healthy individuals from the same region, depending on the admixture levels .
Palavras-chave: Molecular Markers
Ancestry
Genetic Susceptibility
Malaria
Brazilian Population
Amazon
Marcadores moleculares
Ancestralidade
Susceptibilidade Genética
Malária
População Brasileira
Amazônia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA::123123123123::600
Idioma: por
País: BR
Instituição: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Sigla da instituição: FAMERP
Departamento: Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas::123123123123::600
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde::123123123123::600
Citação: FURLANI, Natália Guelfi. Pesquisa da ancestralidade genômica em população da amazônia ocidental brasileira. 2011. 53 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Interna; Medicina e Ciências Correlatas) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.famerp.br/handle/tede/105
Data de defesa: 27-Jul-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File SizeFormat 
nataliaguelfifurlani_dissert.pdf2,53 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.